Com o adjunto ao colo

CuriosoCMMG, Nelson, Vicente3 Comentários


smiley-man-vicente_1Desde que o Nelson foi nomeado para adjunto que tem havido algumas, para não dizermos muitas, criticas à forma como ele reage perante certas situações, escrevendo o que pensa sem pensar no lugar que ocupa. Concorde-se ou não com o que escreve, ninguém consegue ficar indiferente face a alguma frontalidade a que não estamos habituados. Desde o início que ele tem sido mais ou menos levado ao colo por aqueles que ele presta apoio mas nunca como hoje isso foi assumido publicamente, num jornal! O Vicente assumiu de forma inequívoca que não o irá calar e que tudo o que possa aparecer escrito, desde que seja o expressar de opiniões, não irá ser coarctado. Quando ele refere que “no que respeita à sua vida, aos seus escritos e às suas opiniões, é um cidadão livre como outro qualquer. Respondo por aquilo que eu digo e que eu escrevo, responderei pelo que ele, em nome da Câmara ou em meu nome possa dizer” e que “não retiro a liberdade de opinião e de expressão de quem quer que seja” mais não está do que a dar carta branca para que tudo, ou quase tudo, possa ser dito. Não deixa, no entanto, de ser estranho que esta liberdade de opinião que concede, e bem, e o assumir de responsabilidade pelo que diz não tenha tido igual tratamento quando se discutiu a possibilidade de se gravar o que é dito nas reuniões de câmara. Se por um lado concede liberdade para que o seu braço esquerdo diga o que pensa e assume o que diz, por outro restringiu a liberdade de se registar para o futuro o que eles, vereadores, pensam e dizem nas reuniões de câmara. Podendo ser questões aparentemente diferentes, não deixa de ser estranho que preze tanto a liberdade de expressão mas não goste que ela possa ser registada.


Seguir
( 0 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

3 Comentário em “Com o adjunto ao colo”

  1. Avatar

    Este adjunto, que é subserviente àqueles dos quais depende, só diz o que ouve e interessa que seja dito. Não pode ou não deve ser dito pelo presidente. é apenas isso. E como é parvo, vai na cantiga da teresa e do vicente e como axa que é um homem sem medo seja do que for, escreve tudo o que interessa para enterrar os outros.

  2. Avatar

    Estão mais que arrependidos de o ter levado para lá.
    Só ainda não o puseram a andar porque devem ter medo do que ele possa dizer cá fora!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

  
Please enter an e-mail address