Puxão de orelhas

CuriosoAlexandra, Nelson, Vitor7 Comentários


castigo_1_1Como era previsível, hoje o Vítor e a Alexandra não pouparam criticas ao Nelson. Na base das criticas está o facto de há dias ele ter escrito que “É verdade que o que TODOS os marinhenses se têm perguntado nesta última semana é: porque raio estes dois Vereadores que fizeram parte do Executivo durante 2 anos e sempre votaram a favor do Orçamento, este ano votaram contra??!!” e que “Porque o que ali está é apenas expressão da enormíssima falta de vergonha e falta de coerência a que os Vereadores do PCP, e o próprio PCP, já nos habituaram”. Disse também que “São ridículos ao falarem de despesismo quando, só por exemplo, gastaram 100.000 euros nas Festas da Cidade!!! E não falemos das despesas pessoais (telefones, internet, gasóleo, etc…). São ridículos porque em 2 anos não deixaram NADA de bom nos seus Pelouros e exigem agora que num só ano o Executivo faça o que eles não fizeram em dois, só a título de exemplo: – Onde está o Projecto do Turismo que estava tão adiantado? – Onde está a Carta Educativa? – Onde está o Regulamento de Apoio às Colectividades que estava pronto?“. Estas afirmações levaram a que hoje eles lhe “batessem” a torto e a direito. Claro que não será isso que irá fazer calar o adjunto do Vicente e não terá sido por isso que ele deixa de considerar que eles “São ridículos por quererem passar agora a imagem de Vereadores muito competentes e com grandes estratégias para o desenvolvimento do Concelho quando sistematicamente se refutaram a discutir os projectos mais importantes e estruturantes“.


Seguir
( 0 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

7 Comentário em “Puxão de orelhas”

  1. Avatar

    A verdade é que o Vítor andou a prometer o Cinema durante meses e… nada!
    A Cidália em 2 meses põe o cinema a funcionar!
    As iluminações de Natal o ano passado chegaram tarde e más horas e sem qualquer programação de animação… a Cidália em 2 meses montou um Programa diversificado e com alguma qualidade!
    Onde está a dúvida?!
    O Vítor e Alexandra não são mais que ‘marionetes’ do Partido e esse está muito longe de corresponder às necessidades dos Marinhenses, está apenas preocupado em sobreviver!!!

    1. Avatar

      Esta é boa, de verdade! Esquece-se o anónimo que quem tinha a faca e o queijo na mão, apesar da coligação, era o PS pois o presidente é o último a assinar os cheques. De facto agora é só facilidades…Onde antes eram só entraves…Nem sou do PCP ou da CDU mas sei ver isto muito bem. Não tentem comer os munícipes por parvos. Queres ver que foi a magia da Cidália que tudo pôs a andar??? Ela que entre 2009 e 2013 nada fez?! Ou já se esdqueceram que ela acabou com a Semana da Educação. Acabou com o Dia Mundial da Criança! O povo tem memória curta, de facto!

      1. Avatar

        Os Vereadores do PCP tinham autonomia política e financeira, sempre o afirmaram!
        Não venham agora com a conversa de que o que não fizeram foi por culpa do PS… porque se assim foi então TUDO quanto fizeram e se gabam de ter feito também é da responsabilidade do PS…em que é que ficamos??!!

  2. Avatar

    PCP na lama.. Reflexo de uma tacanha populaça espremida ao tutano para pagar a vereadores comu…distas!

  3. Avatar

    Tentaram puxar as orelhas. E vai o Nelson dar a resposta com um enorme puxão de orelhas. É caso para dizer, o tiro saiu pela culatra.

    1. Avatar

      Sim, foi tudo obra do PS. A Semana da Educação foi obra do PS, o Dia Mundial da Criança foi obra do PS. As festas da cidade foi obra do PS. O sintético dos Vidreiros foi obra do PS. A abolição de pagamento de refeições na escola e de tudo o resto para os filhos de famílias carenciadas, foi obra do PS. E o povo sabe bem disto. Foi tudo obra do PS, como no mandato anterior. Tudo obra do PS. Fixem esta frase, porque uma mentira dita muitas vezes, passa a ser verdade!

  4. Avatar

    PCP só fez cosmética! Agora amuou e não faz o seu trabalho enquanto partido responsável e próximo dos interesses dos seus…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

  
Please enter an e-mail address