Incógnita até ao fim

CuriosoPSD, Santos6 Comentários


IMG_2358Uma sala quase vazia foi o que na sexta-feira se pôde ver na sede do PSD, no plenário de militantes. Nada que não se esperasse. Sem que sequer estivessem presentes alguns elementos da comissão política, os poucos presentes decidiram deixar para a comissão política a decisão sobre o que fazer em relação ao orçamento e à votação que irá dentro de dias ter lugar na Assembleia Municipal. Perante esta posição, que era esperada já que nenhum dos militantes estava em condições de se poder pronuciar sobre um documento que desconheciam, está em cima dos que constituem a comissão política o ónus de decidir o que irão fazer. A interrogação irá continuar até ao dia em que a votação tiver lugar mas, tendo em conta o que se conhece dos elementos que compõem a comissão, é de esperar que possa haver uma alteração em relação ao que foi a última posição tomada. É provavel que o Pedro, o André, o Rui e a Arlete se decidam pela aprovação, seguindo assim a orientação que foi seguida pelo Santos, o que levará a que os restantes elementos não sejam suficientes para fazer rejeitar a proposta. A ser imposta disciplina de voto e caso a Margarida não a quebre como fez na Assembleia da República, o orçamento poderá ser viabilizado uma vez que não acreditamos que os mais moderados do partido queiram correr o risco de deixar o vereador completamente isolado e sem ter o apoio do partido, repetindo-se o que aconteceu em mandatos anteriores. A não aprovação do orçamento poderá levar, a curto prazo, à queda do executivo camarário o que iria criar um problema ao partido: o não terem um candidato que pudesse concorrer e ser eleito.


Seguir
( 0 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

6 Comentário em “Incógnita até ao fim”

  1. Avatar

    O PSD vai viabilizar o orçamento porque já é velho o ditado: uma mão lava a outra e as duas lavam a cara.
    Escusavam de andar a fazer tanto teatro, quando já há muito que se sabe que será assim!!!

  2. Avatar

    Falam, falam, mas nos momentos chave nunca estão lá para serem coerentes e tomarem as decisões difíceis mas necessárias. O Logrado fez o mesmo.

  3. Avatar

    Estranho o voto de repúdio à decisão do Santos no jornal da terra, caso decidam apoiá-lo…

    1. Avatar

      Segundo consta a publicação no Jornal da terra foi obra do seu director, pois tem tido dificuldade em encher as paginas

      1. Avatar

        Nao foi nao! Foi obra da comissao politica do PSD! Depois daquilo fica-lhes muito mal aprovarem o orçamento! Onde está a coerencia? Entao isolam o vereador dão disso ampla notícia e agora recuam? É o fim do PSD na Marinha! Têm que votar contra o orçamento! Olhem o que se passou em SJoao da Madeira! Ninguem morreu por causa disso!!!!

  4. Avatar

    O psd vai votar da forma que lhe for mais convenie te para si e para os marinhenses e de facto o artigo foi um copy paste do que estva no face do psd que o toze/mario-do-PS decidiram publicar por si,,,se tem duvidas peca p eles mostrarem o mail de quem enviou isso ok?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

  
Please enter an e-mail address