AlexandraNelsonVitor

crazy-frog_nelson_2Hoje pode ler-se no Região que o Vítor chamou o Nelson de maluco e que Alexandra o comparou ao louco que concorre a Presidente nos EUA! Pelo que se pode ler o Vítor disse “desconfiar que o adjunto do presidente tivesse problemas que o pudessem enquadrar num contexto de inimputabilidade“. Já a Alexandra disse ele “é um Nelson Trump“. Tirando o Logrado e o Santos, os restantes vereadores da oposição parecem estar assim a apontar armas ao adjunto apenas porque ele não se consegue conter e escreve o que lhe vai na alma. Tudo isto por causa de um texto em que falou nas despesas que os vereadores poderão ter feito enquanto tiveram pelouros ao seu cargo. Claro que, com este ambiente na câmara, dificilmente será possível equacionar um qualquer retorno ao que já existiu. Estas afirmações, porque publicadas num jornal de grande tiragem, lançam sobre o adjunto acusações que não podem deixar de ser consideradas como graves. Claro que se for como o Vítor afirmou e ele for “inimputável”, fica a porta aberta para que possa passar a dizer tudo o que quiser sem que possa sequer ser censurado e sem que os vereadores se possam sentir ofendidos com o que possa escrever! Claro que, no meio de tudo isto, ficam as dúvidas sobre se o que foi afirmado, quanto às despesas, corresponde ou não à realidade e se houve ou não utilização de bens da câmara em proveito próprio, seja porque se usaram bens da câmara para deslocações sem ser ao serviço da câmara ou se utilizou o telefone para chamadas pessoais. Claro que tudo isto será fácil de demonstrar, bastando que se permita a verificação das despesas efectuadas.


Seguir
( 0 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

37 comentários

  1. E a resposta não demorou. Pode já ler-se no faceblog do Nelson o seguinte:
    “Na declaração de voto contra a proposta de Orçamento que os Senhores Vereadores da CDU apresentaram consta, como fundamento para a sua decisão:
    2 – Os gastos exagerados em internet (12.000 euros) e comunicações móveis (11.000 euros);
    3 – Os gastos em combustível para os veículos municipais (118.000 euros).
    Quando em 26.11 neste espaço comentei o sentido de voto dos Vereadores do PCP questionei a sua autoridade política para virem falar destes números quando eles mesmos foram Vereadores com Pelouros atribuídos durante 2 anos e no exercício dos quais contribuíram para estas despesas: comunicações móveis, internet e combustíveis.
    E nesses dois anos, em nenhuma proposta de Orçamento os Senhores Vereadores chamaram a atenção para quaisquer «gastos exagerados».
    Foi apenas essa incoerência e falta de honestidade política que quis sublinhar, e com todo o direito, enquanto Munícipe, para o fazer!
    Tenho os Senhores Vereadores por pessoas inteligentes o suficiente para terem percebido o alcance das minhas afirmações. A deturpação que fizeram das mesmas não passa de um exercício de populismo e demagogia para fugir com «o rabo à seringa»!
    Porque eles sabem o que eu sei e sabem que tenho razão no que afirmei!
    E não, não sofro de nenhum mal que me torne inimputável. Como não sofro de amnésia selectiva, como algumas pessoas parecem sofrer.”

  2. E o Logrado ficaria muito bem em quarto na lista, a seguir ao Vicente a à Cidália.
    Iam todos votar no PS para eleger o logrado. Isto é que é que seria uma boa estratégia.

  3. No comentário que colocou no Facebook, o Nelson referiu-se ao exagero do custo das Festas da Cidade e ao exagero das despesas dos vereadores da CDU, que ele apelidou de despesas pessoais! Foi bem claro na sua intenção de difamar os vereadores. Não venha agora querer, ele sim, fugir com o rabo à seringa! Ou melhor, fugir com o rabo ao mocho, o mesmo é dizer, banco dos réus …

  4. Nelson Trump! Essa é muito boa! Quem foi que disse? É que lhe cai que nem uma luva! O homem é mesmo um Donald Trump à portuguesa! Alcoviteiro, mentiroso, o nosso Trumpezinho! Porque temos que ver isto à nossa escala…

    • É fantastico, ver um gajo que, se tivesse um pingo de vergonha tinha ido embora daqui após ter abandonado o sacerdocio, e agora, até já falam nele para a camara. Vergonha mesmo!!!

  5. Para quem gastou 100.000 nas festas estar a criticar a CM por gastar 11.000 em comunicações que afinal até incluem serviços essenciais como a internet nas escolas, protecção civil, piquetes de água, etc, etc, etc… é preciso mesmo não ter vergonha na cara.
    E todos vimos o Vítor passear-se por aí no carro da Câmara com a família e até o cão lá ia dentro…
    Não venham cá com histórias!!!!
    E os telefones?! Quem acredita que tendo telefone da CM não fizeram uma ou outra chamada pessoal a partir do mesmo??
    Saíram há três meses do Executivo deviam ter mais cuidado com as criticas que fazem…

  6. Oh amigo, tenha lá calma. Olhe que o candidato presidencial do PCP tb abandonou o sacerdócio e não fugiu da madeira por isso. Até se fez Deputado pelo PCP.
    Só foge quem tem medo ou quem deve!!
    Goste-se ou não, a vida é dele e ele vai por onde quer.

  7. Por aquilo que percebi acho que os do PCP andaram a fazer muitas despesas pessoais com o nosso dinheiro. É o que diz o Nelson no blogue dele e já toda a gente comenta.

  8. A Xana está a apoiar o candidato ex-padre à presidência… Pergunto como o partido comunista da marinha se revê no modo de vida cosmopolita da mesma… Faltam caras sérias que o representem, esse é o drama..

  9. O quê? A Xana anda a fazer vida cosmopolita com o dinheiro da Câmara? Ainda bem que temos lá o Nelson, caso contrário não saberíamos nada disto. Acho que o Nelson e a Camara deviam apresentar queixa. Se não o fizerem são culpados também.

    • O Nelson foi a melhor coisa que aconteceu ao PS da marinha.
      Pôs a CDU no se sitio e abriu espaço para uma governação estável integrando o Logrado e com o apoio do Santos.

  10. O Nelson? Ex padre, ex apoiante do Aurélio, ex assistente social, ex agente de viagens! Pois é mesmo um tipo assim quem pode pôr quem quer que seja no sítio! Nem ele se sabe pôr a si próprio em sítio nenhum!

  11. O Nelson está a fazer um trabalho fantástico.
    O seu “Remar contra a Maré” (pessoal) é o maior exemplo porque a maioria dos post’s são colocados na hora de trabalho.

  12. Alguns comentários aqui publicados anonimamente, obrigam-me, em consciência, a dizer algumas palavras, em jeito de clarificação:
    1. Não sou candidato a candidato de coisa alguma. A 2 anos das próximas eleições autárquicas é difícil antever-se quaisquer cenários, mas este – o de eu ser candidato – é um que posso assegurar – porque é uma decisão também pessoal! – que não se coloca(rá)!
    2. Ninguém é obrigado a concordar com o que eu penso, ou o que escrevo, ou o que falo… eu também não sou obrigado a concordar com o que outros pensam, escrevem ou dizem. A isso chama-se liberdade de pensamento e expressão! De resto, não ando à «caça de votos» nem estou comprometido com qualquer ‘lobbie’ seja de que natureza for, pelo que me sinto livre, e ajo em conformidade, perante qualquer pessoa, entidade ou instituição.
    3. Não fui apoiante de qualquer candidato às últimas autárquicas, ainda assim participei activamente numa única campanha: a do PS, partido do qual sou Militante desde os 16 anos, quando integrei a JS.
    4. Considerei apoiar o Eng.º Aurélio Ferreira – e escrevi nesse sentido – numa fase inicial da sua candidatura… tendo desistido de o fazer no momento em que percebi que a sua candidatura mais não era (é) que uma 2ª via dentro do próprio PS, logo de Cívica ou Independente nada tinha (tem).
    5. Não sou ex-padre. Sou apenas um Homem que foi Ordenado Padre e deixou de exercer esse Ministério tendo sido dispensado das obrigações inerentes ao Sacerdócio. Padre serei sempre, e «até ao quinto dos infernos»! Não sou ex-assistente social, na medida em que nunca exerci essa profissão. Sou sim, Licenciado em Serviço Social e Mestrando em Mediação Interculutral e Intervenção Social, por gosto pelo Trabalho e Investigação Social. Não sou ex-agente de Viagens, porque também nunca o fui. Fui sim durante 7 anos Promotor de Turismo Religioso e sou (ainda!) Sócio fundador de uma Agência Viagens especializada em Turismo Religioso.

    Basicamente era isto que desejava ver esclarecido para que se usem outros argumentos, mais substanciais, na discussão e não se fique apenas por «lugares-comuns».

    • Muito bem!
      Quem fala assim …

      Um esclarecimento à altura.
      Com se pode ver há muita gente mal intencionada que ainda não tinha percebido a bondade e o percurso de vida exemplar do Sr. Dr. Nelson Araújo.
      Por onde passou coleccionou amigos e um prestigio que lhe permite afirmar-se acima de quaisquer interesses, mesmo os dele próprio.
      Bem haja, porque a marinha só com gente assim poderá progredir.

      Conseguiu ajudar a tirar de lá o Álvaro e agora só falta a Tereza e o Vicente.
      Quando o fizer o pessoal cá da terra ficar-lhe-à não só muito, mas muitíssimo grato.

  13. Tal como dizíamos: ex-padre, ex-assistente social curioso porque nunca exerceu, ex apoiante do Aurélio, ex agente de viagens! O Nelson veio confirmar tudo o que dissemos! Obrigada Nelson!

  14. Vão ver quando o Nelson lhe meter os patins e a comecar a apunhalar pelas costas. Guerra de galos pelo poleiro… Teresa e Nelson nao dao na mesma capoeira. E o mau estar já se nota na Câmara…

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

  
Please enter an e-mail address

Postar Comentário