Sem propostas

CuriosoCMMG, PSD, Santos4 Comentários


pensar-demais-faz-mal_1

Segunda-feira, à noite, o orçamento irá ser discutido. Se da parte dos movimentos não se espera que haja desentendimentos entre o que será a posição do vereador e a dos deputados, o mesmo deverá acontecer com o PCP. Votem contra ou a favor, o voto deverá ser no mesmo sentido num e noutro local. A aceitação ou rejeição do orçamento poderá fazer sentido se no documento final forem ou não incluídas as propostas que aquelas três forças apresentaram. Se forem incluídas, não se compreenderá que rejeitem; se ficarem de fora, poderá ter algum fundamento o voto contra. Situação diversa está o Santos e o PSD. Eles não apresentaram propostas! O que vier a aparecer no orçamento não poderá ter em conta qualquer ideia do PSD uma vez que eles não apresentaram qualquer ideia. Poderão vir a dizer que elas foram sendo apresentadas nos anos anteriores mas será isso o bastante? Não parece. Quando agora se sabe que a posição da concelhia é no sentido de rejeitar o orçamento, mesmo sem conhecerem o texto final, fica-se sem perceber os motivos para que isso aconteça! Se não apresentaram qualquer proposta, irão rejeitar o documento com que argumento? O de que o Vicente tem que se esforçar mais para poder conseguir obter o seu voto? Mas esforçar mais em quê se, como não foram apresentadas propostas, eles não sabem o que o partido quer! O vereador eleito pelo partido deverá estar assim na escuridão quanto ao que deve fazer, como vereador, já que não terá argumentos para rejeitar algo em relação ao qual não apresentou qualquer proposta para que pudesse ser diferente. Quem cala, consente e, neste caso, a ausência de propostas alternativas é equivalente a ficar calado.


Seguir
( 0 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

4 Comentário em “Sem propostas”

  1. Avatar

    Caro Macaco/Curioso seja mais sério n que escreve. No dia, para defender o sentido de voto do vereador escreve que o orçamento vai conter muitas das propostas dele. Nos dias 11 e 12 escreve ainda não há orçamento e que o PSD se prepara para rejeitar o que não conhece. Em que ficamos ? Há ou não orçamento ? Ou mais grave,já há orçamento e o vereador conhece-o mas não comunicou ao partido a quem, supostamente, deve lealdade ? Se isso é verdade é grave, muito grave. E quem está mal/errado não é o partido.

    1. Curioso

      Caro anónimo. Para que perceba, não defendemos o que quer que seja que o vereador faz. O projecto de orçamento contém propostas que têm sido defendidas mas, até ontem ao final do dia, ainda não havia orçamento definitivo apesar de ser intenção manifestada do PSD votar contra (mesmo do que não conhece na totalidade). Até ontem não havia proposta definitiva de orçamento que fosse conhecida. Não existindo orçamento, parece-nos que dificilmente poderia ser comunicado! Não sabemos ainda o resultado da reunião que ontem houve no PSD.

    2. Curioso

      Caro anónimo. Acabámos de ter informação que o projecto de orçamento foi enviado aos vereadores na quarta-feira à noite. Fica assim a rectificação ao que tínhamos escrito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

  
Please enter an e-mail address