Assim se vai por aqui

CMMG, Vitor2 Comentários


A reunião de ontem foi estranha. Depois da PCP ter batido com a porta à governação, esperava-se que houvesse mais discussão. Nada. Os eleitos do partido parecem estar a acatar as ordens de não fazerem ondas para já e de deixaram a poeira assentar. Quase que se pode dizer que o momento alto foi quando o Vítor se queixou de ter deixado de ter acesso aos e-mails. Está-se mesmo a ver que é um assunto importante e que deve ser discutido numa reunião de câmara! Sem que se dessem explicações para o que aconteceu, a preocupação centrou-se no bloqueio que foi feito pelos serviços da câmara à conta de e-mail do vereador como se não fosse expectável que isso acontecesse no mesmo momento em que ele decide abandonar os pelouros que lhe tinham sido atribuídos. Não deixa de espantar que, desde que a demissão foi apresentada, tenha estado todas a estas semanas para tratar desse assunto! Não admira que muitas respostas que eram esperadas durante este tempo não surgissem. Seria de esperar que no dia seguinte à demissão tudo isso ficasse tratado, o que havia para tratar encaminhado para o Álvaro e os e-mails pessoais lidos. Mas, pelo que ontem se ouviu, não foi assim! A terra está assim com uma câmara que discute assuntos banais em reuniões de câmara com vereadores que, pelo que se ouviu, esperam pelas reuniões para tratar de assuntos administrativos. Na próxima reunião talvez alguém se lembre de reclamar a falta papel numa qualquer casa de banho!


Seguir
( 0 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

2 Comentário em “Assim se vai por aqui”

  1. Avatar

    Qual o espanto?
    Em 2007 o PC era Câmara… e não despachou o Barros Duarte?
    Agora, com mais facilidade, despacharam os Vereadores.
    Já alguém perguntou quem assinou as cartas de demissão dos próprios? É que, com jeito, ainda se descobre que as assinaturas foram falsificadas…
    O Vítor e a Alexandra foram demitidos pelo próprio PCP… numa clara estratégia política de manipulação da opinião pública… Ou não estivéssemos em tempo de campanha eleitoral!!!!!!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

  
Please enter an e-mail address