De mãos amarradas

Categoria CMMG, Vitor by CuriosoDeixe um comentário


hands_tied_1Quando há pouco ouvimos o Santos na reunião falar sobre a questão da falta de iluminação de Natal, percebemos que algo não está a correr como previsto! Apesar de o dizer de uma forma indirecta, ele deixou claro que poderá haver, no seio da câmara, quem mande mais do que os que foram eleitos e não é a primeira vez que isso é falado! Já tínhamos ouvido falar num possível mal-estar que o Vítor terá manifestado entre-dentes. Na base de tudo isso poderá estar o facto de ele poder estar de mãos amarradas quanto à possibilidade de fazer algumas coisas que poderia querer por em prática, designadamente no que diz respeito à iluminação de Natal. Depois do que ouvimos há pouco fomos tentar saber mais e, pelo que já conseguimos apurar, também ele se terá mostrado incomodado pelo facto de a terra estar às escuras. Depois de ouvirmos o Santos, ficou claro que haverá mais do que eles querem ou podem contar! E entende-se que possam ter sido mpostas algumas limitações! Os pelouros que poderão ter mais visibilidade são aqueles que ficaram nas mãos dos vereadores do PCP. Apesar de terem já cometido muitos erros pelo caminho, é notório que, se há vereadores que têm mostrado fazer alguma coisa, esses vereadores são os que têm esses pelouros. Poderiam fazer mais e melhor? É evidente que sim! Ainda assim, são aqueles que, quando se fala por aí sobre a acção do executivo, são os mais notados. Perante isto, o mais natural é que os que controlam os dinheiros dentro da câmara possam tentar por-lhes um travão, mais ainda quando o cartão de militante ou simpatizante fala mais alto. Apesar de ter tentado ser “politicamente correcto”, o Santos deixou claro que poderá existir aqui uma supremacia da vertente administrativa em relação à política! Como em tudo, manda quem tem o dinheiro! Apesar de ainda não estar ultrapassado, de o Vítor ter dito que vai haver iluminação e que tudo se deveu a atraso na emissão de uma declaração do fisco (como se as declarações não se obtivessem imediatamente), acreditamos que este assunto não será pacífico no seio da coligação!


Seguir
( 0 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

Deixe um comentário

  
Please enter an e-mail address