Munícipes especiais

CuriosoCMMG, Cultura14 Comentários


Antes do dia do concerto do Zambujo, a informação que foi dada pela câmara foi a de que estava com lotação esgotada. Sabíamos que os vereadores não tinham bilhetes. Eles próprios se queixaram a várias pessoas desse facto. Qual a nossa surpresa quando vemos que a primeira fila ficou reservada para os vereadores! A câmara encarregou-se, mesmo depois de tudo estar reservado, arranjar lugares para os eleitos bilhetes (que custaram, cada um, a todos os munícipes 35 euros) que não disponibilizou para os que os elegeram! Alguns munícipes viram as reservas serem canceladas para dar lugar aos VIPs! Deve ser este o conceito de igualdade que alguns apregoam. Apesar de todos os lugares terem sido reservados pelos que tiveram informação atempada, nos quais nos incluímos, a câmara deu o dito pelo não dito e arranjou lugares para aqueles que, pelo que dá para ver, serão merecedores de um tratamento diferenciado em relação a todos os demais munícipes. Até seria entendível que fossem reservados bilhetes para os eleitos não fosse o facto de eles apenas terem sabido que já não tinham entrada quando isso foi publicamente dado a conhecer. De uma forma milagrosa, o Vítor conseguiu arranjar lugares na primeira fila para aqueles que nada fizeram para ter lugares senão o facto de terem sido eleitos. Mas, para agravar, não foi apenas para eles! Também as não eleitas tiveram direito a lugar na primeira fila! Vale ou não vale a pena ser vereador? A forma como o pelouro da cultura se comportou neste assunto levaria a que, se tivessem vergonha, viessem pedir desculpas aos munícipes que ficaram na rua pela forma como fizeram com que uns ficassem na rua para arranjarem bilhetes para os munícipes especiais, os eleitos. A sorte que têm é que a generalidade dos munícipes que ficou na rua não sabe que aquela fila, a primeira, foi arranjada à última da hora para que os eleitos não ficassem na rua. Que têm eles a mais que todos os outros munícipes? Será que os que lá estiveram conseguiram apreciar o espectáculo, mesmo sabendo que estavam a ocupar o lugar de munícipes. Se conseguiram é porque são mesmo munícipes especiais! Numa altura em que se fala muito no Sócrates, vale a pena pensar nas contrapartidas que por cá são conseguidas, seja com descontos, seja com lugares especiais! Foi, no entanto, uma forma inteligente de fazer calar a oposição. Deram-lhe lugares e agora eles não poderão levar o assunto para ser discutido porque foram eles os beneficiados.


Seguir
( 0 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

14 Comentário em “Munícipes especiais”

  1. Avatar

    É claro que o Curioso… sendo um Munícipe de 1ª e deveras prestigiado junto de quem geriu a coisa dentro da CM lá teve o seu lugar garantido… em detrimento de outros que – por razão do seu trabalho no Município, como é o caso do Presidente da ACIMG – mereciam bem mais esse lugar!!!!
    A culpa do sucedido não é dos Vereadores eleitos. Eu não compreenderia se não tivesse havido reserva de lugares para eles.
    A culpa é de quem organizou o evento, a começar pela Direcção da CC. A total falta de oganização e confusão com distribuição de bilhetes só demonstra a total incompetência da mesma. Há por isso responsabilidades a terem de ser assumidas a partir da Vereação da Cultura.
    Eu compreendo e aceito que tenham decidido oferecer gratuitamente os espectáculos até ao fim do ano. Mas deveriam ter escolhido uma oferta com menor custo para o Município, para os Munícipes. Não acredito que fosse por falta de alternativas no mercado cultural local, regional e/ou nacional.

  2. Avatar

    Engana-se. Tivemos conhecimento bem cedo porque, como deve imaginar, tentamos estar atentos ao que se passa. Não precisámos de favores para ter acesso. Tivemos foi sorte em não nos terem cancelado a reserva como fizeram a outros munícipes.

  3. Avatar

    Porque é que o Presidente da ACIMG deveria merecer mais o lugar que qualquer outra pessoa que o conseguiu?

  4. Avatar

    Pessoalmente não merece mais nem menos… mas eu invoquei razões institucionais (ACIMG) e não a pessoa em particular, ressalvando-se que neste tipo de eventos os ‘convites institucionais’ são uma prática habitual e (quase) protocolar…

  5. Avatar

    Até seria compreensível que houvesse “convites institucionais” se não tivessem sido esgotados todos o bilhetes logo no início. Curiosamente o presidente da ACIMG é um dos que se queixou de ter visto a sua reserva cancelada! Veja a pagina do Facebook dele!

  6. Avatar

    Pessoalmente acho que os convites institucionais e todos os outros que mereciam esses mesmos convites os deveriam ter sido no dia da inauguração da Casa da Cultura. Todos os outros eventos que se seguem a este devem ser disponibilizados para quem quer assistir aos espectaculos, naturalmente com a reserva necessária,já que são gratuitos.Não faz sentido por cada novo espectaculo que se faça que sejam feitos convites especiais seja a quem for.

  7. Avatar

    O presidente da ACIMG é um …. Ele sabe do que é que eu estou a falar. LEMOS A PRESIDENTE!

  8. Avatar

    Mas o Presidente da ACIMG estava a ver o espetáculo atrás de mim!!!!! Eh pá ao menos tentem saber as coisas antes de mandarem bitaites!! É de morrer a rir isto é não batam mais no ceguinho, já chega.

  9. Avatar

    O Presidente do ACIMG (e futuro presidente da camara) estava a ver o espectáculo atrás do anónimo anterior, porque uma pessoa amiga que tinha solicitado quatro bilhetes para a sua família, prescindiu de dois. “Eh pá ao menos tentem saber as coisas antes de mandarem bitaites!!”

  10. Avatar

    Só 4 bilhetes para a familia?
    Podia ter levado também o cão e o gato e pedido 6 bilhetes.
    E assim também me podia ter dispensado 1 deles

  11. Avatar

    O evento era vedado a animais de estimaçâo e a cretinos. Logo era absolutamente impossivel corresponder à sugestâo do anónimo anterior.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

  
Please enter an e-mail address