Decidido antes de aprovado

CuriosoCMMG, Orçamento2 Comentários


Sabe-se que o orçamento de uma câmara tem que ser aprovado até ao final do mês de Outubro. Se não o for, a câmara passa a estar numa situação de ilegalidade. Este ano, como nos anos anteriores, o prazo não foi mais uma vez cumprido. O orçamento foi apenas aprovado em reunião que teve lugar no dia 3, segunda-feira. Quando se pensa no orçamento, a ideia que fica é a de que aquele é um documento que tem que ser discutido e aprovado pela câmara. Com votos contra e votos a favor, o orçamento foi aprovado na segunda-feira para que possa a seguir ser votado na Assembleia Municipal. Depois de lermos as afirmações do Álvaro ficámos sem perceber a razão de ter sido discutido o assunto na segunda-feira quando na sexta anterior a proposta de orçamento já tinha sido enviada ao Telmo! Antes mesmo de ser aprovado, já o presidente da mesa da Assembleia o tinha! Fica claro que a aprovação do orçamento em reunião de câmara mais não foi do que uma formalidade que tinha que ser cumprida, apesar de de nada adiantar ter-se perdido tempo a discutir o que já estava decidido! Apesar disso, o Álvaro considera que tudo foi feito de forma regular e que não há qualquer incumprimento. O orçamento estava assim decidido mesmo antes de ter sido aprovado. Uma vez mais ficou claro que as reuniões de câmara são meros actos formais que têm lugar porque a lei assim o exige porque, na realidade, tudo o que vai para ser decidido já o está antes de lá chegar.

Seguir
( 0 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

2 Comentário em “Decidido antes de aprovado”

  1. Avatar

    Faz-me lembrar o cúmulo da rapidez!
    “Fechar a gaveta à chave e meter lá a chave dentro.”

    Triste sina a nossa de ter gente assim a governar, ou melhor, a desgovernar a nossa terra

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

  
Please enter an e-mail address