AlexandraAurélioCMMG

A reunião de ontem esteve ao rubro. Já nas últimas reuniões o ambiente não foi o melhor. O facto do Aurélio ter acusado os vereadores que têm pelouros de não darem respostas, de não entregarem os documentos e de não cumprirem com o que deviam, já antes tinha levado a Alexandra a ameaçar processar o MpM. Ontem o Aurélio nas explicações que deu não apenas manteve o que tinha dito como reforçou as acusações. Provavelmente entusiasmado com o artigo do Henrique, o tom das criticas foi elevado. Perante isso, a Alexandra perdeu as estribeiras e deu a conhecer que iria avançar com uma queixa contra o Aurélio. Para reforçar, o Álvaro pôs também essa hipótese! As acusações que tem feito e que têm aparecido no jornal cá da terra poderiam levar assim o Aurélio para trás das grades. Essa era pelo menos a intenção da Alexandra! Não fosse o Santos, num tom mais apaziguador – o mesmo que lhe tem valido algumas criticas por ser considerado como de passividade -, ter aberto a porta para que a Alexandra voltasse atrás sem parecer que estava a recuar em relação ao que disse que ia fazer e o assunto iria mesmo para tribunal. Tenha ou não o Aurélio exagerado nas criticas, torna-se difícil entender a razão de assumirem as criticas que são feitas em relação às suas acções enquanto vereadores como sendo ataques pessoais que possam dar origem a queixas no tribunal! Claro que poderá sempre ser entendido como uma forma de tentar calar a oposição. A ameaça de poder ser alvo de um processo em tribunal poderá ser usado como argumento mais eficaz para calar alguém do que os que deveriam ser a arma que os políticos deveriam usar: o argumento da razão. Não pensámos que o ambiente na câmara chegasse ao ponto a que ontem chegou mas a verdade é que nos parece que ultrapassou os limites do razoável, seja qual for o lado para o qual olhemos!

Seguir
( 0 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

4 comentários

  1. Não estive na reunião mas sei que no tempo da PIDE era assim.

    Pelo que tenho lido aqui no LC e pelo que li no RL e no JMG parece, que o Aurélio sabe bem do que fala. Mais, justifica com factos.

    O problema é que esta forma de estar incomoda, não por ser mentiroso ou trauliteiro, mas por ser competente quando mete os dedos nas feridas.
    Todos sabemos que quando nos tocam nas fridas dói muito.

  2. Talvez agora se perceba melhor a razão porque o “Curioso” mantém o anonimato. Está visto que passaria a vida a levar com processos em cima. Lamentável que um vereador eleito por uma parte dos eleitores Marinhenses seja alvo deste tipo de ameaças. Está inquinada por aqui a Democracia.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

  
Please enter an e-mail address

Postar Comentário