CMMGDesign

As conferências sobre o “design” parecem estar a ser um sucesso! Sala cheia para ouvir os oradores falar. No final poderá fazer-se o balanço da participação e por certo que dirão que a participação esteve perto do pleno, com uma participação próxima dos 100%. De algum modo tínhamos a ideia que esta iniciativa se destinava a todos os que estão ligados ao design e que, pela imagem que a câmara tem tentado passar, a terra seria um expoente de “design”. Imaginámos que os empresários iriam estar ali em peso e que de fora viriam dezenas de pessoas. Apenas isso justificaria tanta expectativa criada. Também se sabe que houve discordância de alguns empresários quanto ao nome e ao próprio evento que, segundo eles, deveria ser mais vocacionado para mais do que o “design”. Deve ser por isso que a sala tem estado cheia mas lá apenas se encontram, além do Álvaro e do Vítor – nos seus trajes habituais – que estão lá por dever, oito outros adultos e o resto são apenas jovens, em idade de escola, que ali parecem fazem o papel figurantes depois de terem sido recrutados de uma qualquer sala de aula próxima para fazer número e não deixarem os oradores falar para uma sala vazia! Pelas caras de tédio que alguns mostram ter, o assunto parece ser do seu agrado!!! Talvez se os empresários tivessem sido ouvidos a plateia fosse outra! Mas deve estar certo assim! Afinal os jovens são o futuro! Deve estar a ser mesmo um sucesso!

Fotos: CMMG


Seguir
( 0 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

4 comentários

  1. Pode ser que venha a ser um sucesso e faço votos para que isso aconteça mas tenho muitas dúvidas. O que tem sido organizado pela câmara no que diz respeito a eventos deste tipo não tem corrido bem, apesar de dizerem que sim, porque eles fazem as coisas virados para dentro. As festas da cidade tiveram adesão porque foram viradas para as pessoas e não para as elites às quais eles gostam de pertencer. O que aconteceu no sábado, organizado pela associação dos comerciantes, foi também um evento que atraiu muita gente porque foi virado para fora, para o que as pessoas querem. Só quando os que mandam na nossa câmara entenderem isso é que vão conseguir fazer algo que atraia muita gente novamente. Este evento do designcenter aparece porquê? Ninguém percebe a razão de, assim sem mais nem menos, passarmos a ser uma cidade de design. Será que querem usar as obras do teatro Stephens ou do velho mercado como exemplos disso? Eles gostam de achar que fazem as coisas bem mas não conseguem. Tenho muita pena disso ser assim.

  2. Senhor(a) anónimo(a). Já olhou para o cubo de vidro ou para o palco? Aquilo não design? Há quem diga que são duas aberrações mas eu prefiro achar que é design.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

  
Please enter an e-mail address

Postar Comentário