Saída digna

CuriosoSeguro1 Comentário


As eleições do PS passaram e um novo rosto emergiu. Durante muito tempo o Seguro foi o alvo das criticas, incluindo nossas, mas há algo que hoje temos que reconhecer e que não é normal na política. É verdade que sofreu uma derrota como não era previsível. É verdade que o que foi a votos não foram as ideias mas sim as personalidades. É verdade que dificilmente ele conseguiria sobreviver de cabeça levantada depois do que aconteceu. Há, no entanto, que reconhecer que a sua postura após as eleições é merecedora de ser notada. Saiu de todos os cargos que tinha, incluindo o de poder continuar a receber na AR e seguiu a sua vidinha. É um comportamento que não é normal ver-se nestes tempos que correm. Se muitas vezes chegamos a gozar com o que ele dizia ou fazia, parece-mo de toda a justiça reconhecermos nele uma postura que é digna de ser notada. Fez as malas e pôs-se a andar. Ao contrário dos outros que, mesmo perdendo, arranjam sempre uma qualquer justificação para tentarem mostrar que a derrota afinal foi uma vitória, este saiu derrotado mas portou-se como um homenzinho! Talvez se aqui na Federação houvesse quem tivesse esse tipo de postura já se pudesse ter uma decisão definitiva quanto a quem realmente se vai sentar na cadeira que o Pedrosa ainda ocupa. Já agora, este já apoiará o Costa?

Seguir
( 0 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

Um comentário em “Saída digna”

  1. Avatar

    Por acaso vi esta noticia no CM, de hoje, e também gostei do que li. Grande exemplo!…Devia ser um exemplo a seguir!…

Deixar uma resposta