CMMGDesign

O “design” acabou e agora a terra voltou ao que era antes do evento ter começado. Apesar do que o Vítor disse na cerimónia de encerramento, não nos parece que a ideia que quis transmitir de sucesso tenha real correspondência com o que se passou. A terra não ficou a ser conhecida pelo “design” por causa deste evento e, tirando um ou outro interveniente que poderá usar o evento para auto-promoção, não nos parece que o que foi gasto tenha retorno. Os jornais ou televisões nem uma palavra disseram sobre um evento que tevo o patrocinio do Cavaco. Os cerca de quarenta mil euros orçamentados para este evento não nos parece que tenham sido bem aproveitados. Valeu o espectaculo de encerramento que compensou por muito do que se viu acontecer durante a semana. Apesar de se saber que o Álvaro não tem grande jeito para falar em público, não deixou de ser estranho que o encerramento do evento fosse feito por um vereador e não pelo Presidente da Câmara. Um evento que, segundo eles, iria transformar a terra no centro nacional do “design” deveria ter sido representado sempre ao mais alto nível e pelo chefe do executivo. Esta repartição de funções entre o PS, que abriu o evento, e o PCP, que o encerrou, vem reforçar a ideia de que existe governação bicéfala na câmara, dividindo entre eles os momentos em que podem ter algum protagonismo. Resta agora saber quando irão ser apresentadas as contas do que realmente foi gasto e quais os proveitos reais que, segundo a câmara, a terra teve e não apenas os dividendos políticos que se podem tentar colher!

Seguir
( 0 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

8 comentários

  1. Em poucos dias este é o sétimo post sobre o mesmo assunto. Para dizer basicamente o mesmo nåo bastaria apenas um?
    E sobre o resultado da assembleia geral do ACM? E sobre a angariaçåo de fundos para os bombeiros pelo grupo da amizade? E sobre outras coisas bem mais interessantes? Nada. O que é preciso é bater no ceguinho.

  2. Caro Pusgas. Quer passar a ser um dos que escreve os posts? Já somos vários a faze-lo mas há sempre lugar para mais um. Foram sete? Achou demais? É provável que tenhamos dado demasiada importância a algo que não a teve e bem mais dos que a generalidade dos munícipes. Se até o caro comentador achou que foi demais!

  3. Caro anónimo (das 16:55). Apenas dois reparos. O nome que usou para identificar o comentador não está correcto. Não há necessidade de qualquer comentador trazer veneno. Nós temos vindo a guardar todo aquele que tem sido deixado por muitos que aqui passam e escrevem. Olhe, graça ao seu comentário já enchemos mais um frasco!

  4. Realmente o melhor é não se fazer nada na Marinha!!! Ah mas e depois temas para esta malta comentar? Ah então que se continue a fazer mesmo que seja um mau evento! É preso por ter cão e preso por não ter!! Mas é o que temos.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

  
Please enter an e-mail address

Postar Comentário