Gabar-se sem razão

CuriosoPS. JPP5 Comentários


Quem leu o jornal e o artigo do Pedrosa pode ficar com a ideia errada do que se passou em relação à ponte da Vieira. É normal que assim seja uma vez que é habitual os políticos aproveitarem-se da falta de memória dos eleitores. Quem lê o artigo de opinião fica com a ideia que a obra da Ponte das Tercenas se ficou a dever a acção do vereador, do Vidal e do próprio Álvaro. Falou nos atrasos das obras mas esqueceu-se de referir que a obra esteve parada por um despacho do ministro das finanças do governo do PS. Foi um despacho do Teixeira dos Santos que fez com que a obra da ponte ficasse meses parada. Fomos dar uma vista de olhos às notícias daquela altura e, para que a memória não se perca com o passar dos tempos, deixamos aqui alguns extractos. Quando ontem na reunião da câmara o Vicente quis lembrar a conclusão da obra na ponte como tendo sido um feito de um governo socialista – e é verdade que a obra foi adjudicada num governo PS – o Santos lembrou-o que foi o mesmo governo PS quem mandou parar a obra que apenas voltou a ser desbloqueada já com o PSD no governo. Percebeu-se o incómodo do Vicente que, muito provavelmente, já se tinha esquecido daquele despacho! O que importa é que a obra está feita e já se pode passar de uma margem para a outra mas era escusado este aproveitamento. O Pedrosa veio vangloriar-se de que a obra foi feita também por mérito seu mas, depois do que nos recordamos de ter acontecido, ficamos sem perceber qual foi a sua intervenção no momento em que o Teixeira dos Santos mandou que tudo ficasse parado!

Seguir
( 0 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

5 Comentário em “Gabar-se sem razão”

  1. Avatar

    Já aqui o critiquei e ainda critico e já aqui também lhe dei os parabéns pelo serviço que o curioso presta. Quanto a mim acabou de prestar mais um excelente serviço de informação aos marinhenses.
    Excelente post!
    Quanto à pessoa em questão… nem me vou cansar a escrever, a não ser para dizer que é um triste.
    JB

  2. Avatar

    Caro anónimo (das 14:43). Todas as criticas que nos são feitas são tidas em conta. De cada uma (com excepção das que criticam só por criticar ou para tentar desviar a atenção do que realmente importa) tentamos tirar um ensinamento para melhorar. Agradecemos, por isso, cada reparo que nos possa fazer.

  3. Avatar

    JPP é uma figurante marcante de quem nada faz a não ser viver da política… Que se saiba, nada se lhe conhece que tenha feito de jeito… A única coisa que sabe dizer é – Eu … eu … eu… Um político como deve ser. Os outros nada fazem… Viu-se do que foi capaz. Quando se candidatou a presidente, os marinhenses não acreditaram nele. Teve o que mereceu… Parabéns ao Curioso por nos lembrar estas coisas. Na reunião de câmara até parecia que o PS era um santo!!!!

  4. Avatar

    Mas quem é que acredita nesse rapazinho(JPP)?.Oportunista que basta. Já agora alguém o viu a apoiar algum dos candidatos(Seguro/Costa)?, tal como a amiga Cidália, estão há espera da hora de voto pois assim não perdem o tacho.

Deixar uma resposta