Comparações

CuriosoEleições6 Comentários


Os resultados das Europeias não pode ser extrapolado para a realidade local mas é indiscutível que haverá muitos que votam em função do que vêem ser feito localmente por cada um dos partidos. Para baralhar as contas apareceu o MPT que teve mais 6,95% do que em relação às últimas eleições mas que pouco conta como partido já que quem teve os votos foi o seu candidato. Dos partidos tradicionais o PS e PCP aumentaram, tendo o PCP conseguido um maior aumento percentual. O POUS, do Aires e da João, ficou-se pelos 36 votos, menos ainda do que tinham tido em 2009. Ainda que não se possa fazer a tal comparação com a realidade local, a verdade é que os resultados não diferem muito do que aconteceu nas autárquicas o que pode levar a que se pegue nestes resultados e se veja nele um pouco do que os munícipes pensam sobre aqueles que nos governam e o que pode ser o seu desempenho até ao momento. Aí, contrariamente ao que se poderia pensar, nota-se uma maior fidelização dos eleitores do PSD, com uma diferença de apenas 72 votos entre umas e outras eleições. Nota-se que o Álvaro conseguiu cativar mais os eleitores do PS do que o Vítor os do PCP já que conseguiu, em termos comparativos entre um e outro, e umas e outras eleições, ter uma diferença de quase mais 600 votos. Não deixa de ter que se fazer uma leitura dos resultados do POUS e BE tendo em conta que o núcleo dos seus apoiantes esteve intimanente ligado ao + Concelho.


Seguir
( 0 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

6 Comentário em “Comparações”

  1. Avatar

    Os apoiantes do + Concelho não só estão a abandonar o movimento como os seus líderes, o Carlos Logrado e a Maria João, não estão a conseguir manter a simpatia daqueles que neles votaram. O resultado do POUS mostra que são um grupo de pessoas com ideias que podem ter algumas simpatias no início mas que depois desaparecem.

  2. Avatar

    Sempre +Concelho, porque será?
    Talvez uma paixão não correspondida, será?

    Porque não compara os resultados do PS na Vieira e na Moita (resultados aquém do habitual), já para não falar do Distrito de Leiria?
    Que consequências politicas deve tirar JPP quebra na sua terra e da derrota no seu distrito?
    Talvez algo distraído com o seu Benfica, viu-se perder em terras socialistas, como Leiria e Porto de Mós. Na Marinha só atinge o topo, porque ainda assim, Vieira e Moita conseguiram manter segurar o bastião socialista.

    Porque não fala do BE, que nada tem a ver com o +Concelho, pois segundo consta por ai, não chegaram acordo algum, que vê o seu eleitorado fugir pela segunda vez, em tão poucos meses, na Autárquicas e agora para o PE.

    PS e CDU que pouco mais do que manter os seus fieis escudeiros, nada de positivo alcançaram, não conseguindo capitalizar o descontentamento geral de um povo que vive no limite.
    Talvez porque se deixaram levar pela politica “baixa” e nada de novo, conseguiram transmitir ao eleitorado – nem uma ideia sobre Portugal na Europa – passaram o tempo todo a falar mal do actual executivo e pra rematar, o PCP vem no rescaldo das eleições – anunciar que vai apresentar uma moção ao governo – como se isso fosse resolver os problemas dos Portugueses.
    MAIS DO MESMO!!

    VIVA O MPT – PARTIDO DA TERRA!!
    VIVA MARINHO PINTO!!

  3. Avatar

    Até parece que o Anónimo das 16:14 tem canais privilegiados de informação, pois acabou de ser divulgado o seguinte:
    Ferro Rodrigues em entrevista à rádio TSF disse que os resultados destas eleições permitem a Cavaco Silva segurar o Governo até às legislativas. O antigo secretário-geral do PS sublinha ainda que a moção apresentada pelo PCP foi um “erro político” e que
    a “Moção do PCP facilita o trabalho ao Presidente da República”.
    Nem mais. Nunca falou tão acerto.

  4. Avatar

    Nem a família votou no Aires e na João.
    Aquilo deve dar um subsídiosito qualquer, não acham. Ó curioso investigue lá (sff) e depois conte aqui ao pessoal.

  5. Avatar

    “O ex-Presidente da República Mário Soares admitiu ontem que o resultado do PS nas eleições europeias representou “uma vitória de Pirro”, que “não deveria ter sido aclamada com o entusiasmo com que o seu líder o fez”.”
    O homem está velho mas tem por vezes momentos de grande lucidez e diz algumas verdades.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

  
Please enter an e-mail address