Um nada

CuriosoCMMG3 Comentários


Esta é uma imagem que foi obtida junto à câmara mas bem podia ter sido em qualquer outro local no centro tradicional. O resultado seria o mesmo. Não há nada nem ninguém que por ali ande. É um deserto desolador. A Resinagem, que deveria ser um dos factores que iria devolver vida ao centro, continua, inexplicavelmente, sem que esteja a funcionar em pleno. A justificação que tem sido dada da falta da certificação energética roça a comédia. Qualquer obra que seja feita por um particular consegue obter uma certificação dessas em meia dúzia de dias. A câmara, com todos os meios que tem à disposição, anda há meses com essa desculpa. É compreensível? Deve ser mas apenas para eles! No lado oposto o que se vê são espaços vazios com luz acesa para que quem passe possa ficar com a ilusão de que ali está alguma coisa. Não está! Não há nada. E é com este “nada” que a terra vive, definhando à medida que o tempo passa.

Seguir
( 0 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

3 Comentário em “Um nada”

  1. Avatar

    Passei ontem neste local pelas 23h00 e constatei exatamente o que diz este post. Curiosamente também vi luzes acesas nas antigas instalações da FEIS junto à CMMG… para quê?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

  
Please enter an e-mail address