AmândioCMMGPS

Surgiram ontem os rumores, já confirmados, de que o Álvaro terá escolhido para seu adjunto o número quatro da sua lista. Já confirmada a veracidade do rumor, a verdade é que essa informação caiu como uma bomba junto de muitos que estavam até dispostos a colaborar com o Álvaro e acreditamos que pode mesmo levar a quebra de confiança. A ideia de poder ser colocado na câmara alguém que pertenceu à lista, não foi eleito mas que, por nomeação, consegue ter um lugar semelhante ao que poderia ter, caso tivesse sido eleito, mais não é do que a subversão do sistema democrático que alguns tanto apregoam. Com a sua entrada agora confirmada para a câmara poderá ficar em causa a própria estabilidade, tão necessária para que a câmara possa aguentar-se estes quatro anos. Se no último mandato a presença da Tereza foi, e continuará a ser, uma das razões que levou a que muitos pudessem voltar as costas ao Álvaro, com a entrada do Amândio acreditamos que os problemas serão ainda maiores. O Amândio, ex-bloquista e conhecido pela forma pouco polida como trata alguns temas – basta recordar o que aconteceu num dos debates e dar uma vista de olhos pela sua página no Facebook para que se fique com uma ideia mais precisa -, pouco apreciado junto de muitos, poderá ser uma dor de cabeça que o Álvaro podia perfeitamente evitar. Sem que lhe sejam conhecidas ou reconhecidas capacidades, profissão ou competências especiais para poder ocupar algum lugar de destaque na câmara ao lado do Álvaro, esta opção de o colocar na câmara trará muitas dificuldades ao Álvaro para conseguir dar uma explicação aceitável. Claro que a explicação, ainda que não seja dita assim, está nos mandamentos do partido e de quem nele aqui mexe os cordelinhos. Se no mandato anterior ele não conseguiu fugir à ideia de que houve quem tivesse obtido lugar de destaque em certos cargos graças ao cartão do partido, com a confirmação do que há algum tempo se suspeitava ficará definitivamente demonstrado de que vale mais um cartão que um diploma e que não são apenas os camaleões que sobrevivem por conseguirem mudar de cor! Por saber fica o que irá fazer a oposição e como irá reagir perante o facto de o Álvaro escolher para ter ao seu lado a trabalhar na câmara, com funções políticas de destaque, pessoas que os eleitores não quiseram eleger!


Seguir
( 0 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

32 comentários

  1. Boa escolha Alvaro; vai para a frente e os invejosos jà começam a atacar; deixa ladrar os cães e preocupa-te com os interesses do concelho, porque os que criticam fazem-no por não estarem nos lugares; força e deixem trabalhar a equipa

    • Boa escolha?! Boa escolha em quê? Que já fez o Amândio, além de andar a saltar de partido em partido, que justifiquem a sua nomeação?
      Nem entendo porque o colocaram como candidato. Se a intenção era darem-lhe um tacho, não precisavam de o por na lista. É uma vergonha.

  2. Não há dúvida que é muito estranho que escolha para assessor uma pessoa que não tem qualquer habilitação e diz mesmo no Facebook que tirou a 4ª classe nos adultos. Que razão, senão a de ser mais um boy, leva a esta escolha?
    Só quem não conhece o Amândio pode achar isto normal.

  3. qual é o problema de têr a quarta classe? quantos drs e engs teem passado por o executivo e que não fizeram nada de inteligente; o exemplo mais credivél o Sr. Francisco da Junta, não é dr nem eng e o que tem feito pelo concelho; o Amandio vai começar uma nova responsabilidade, não sejam hipocritas e deixem-no trabalhar e daqui um ano analisem o trabalho feito; os invejosos gostam muito de vender a “pele do urso antes de o matar” ele foi escolhido e o resto é hiprocresia

  4. Quem diria….. o que dizia esse Sr.º…. dos socialistas quando veio para a Marinha Grande, quase que “os comia vivos”, agora, é vê-lo a bater-lhes palmas.

  5. É o Partido Socialista no seu melhor.
    Passados quatro anos, voltam a fazer a mesma asneira, vão buscar alguém que o eleitorado não quis para vereador, para agora o colocarem na Câmara como assessor da Presidência.
    Era melhor ficarem com a Prof.ª Cidália do que irem meter lá um desconhecido.

  6. Concordo inteiramente com alguns dos comentários. É imoral o Álvaro colocar na câmara com uma posição de destaque alguém que não foi eleito. Se queria fazer isso não o punha na lista. E a oposição não diz nada? E o Logrado e o Aurélio ficam calados? Ou também já têm tacho e convém não levantar ondas?

  7. Mais um executivo falhado. Qualquer lembe botas serve para o PS.
    Onde está a competência deste senhor para mandar nos destinos da Marinha Grande.
    Um senhor com um passado sem trabalhar, sempre foi do contra, está justificada a sua saida do Bloco de Esquerda, por lá nunca teria tacho.

    • Ainda bem que partilhou. Não sabia o que o Amândio tinha dito enquanto candidato do BE.
      Mesmo tratando-se eventualmente de um lugar de secretariado ou assessor, encontram os comentadores alguma incoerencia ou incompatibilidade entre a entrevista e o programa do PS para os próximos 4 anos? Antes pelo contrário, parece tratar-se de uma pessoa sensata e, ao que sei, competente e dedicada.

    • Caro anónimo. Incompatibilidade não sabemos se existe. Não deixa de ser curioso que seja afirmado que “já está na hora de fazer uma ruptura com essa situação (do poder ser partilhado entre PS e CDU) que em nada tem beneficiado a Marinha Grande”. Agora já beneficia?

    • Pessoa sensata? Competente? Refere-se a quem? Não será ao Amândio, por certo. Não trabalha, andou pelo BE mas como viu que lá não ganhava nada, agora juntou-se ao PS. Competente em quê? Que é que ele já fez que possa mostrar essa competência de que fala? Dedicado só se for aos interesses pessoais. É um típico boy.

    • Deixem lá o homem. Ele viu ali uma possibilidade de emprego e foi atrás. Que importa se é boy ou se não sabe fazer nada. É só mais um.

  8. É evidente que o Presidente da Câmara pode escolher as pessoas que quiser para trabalhar consigo. A escolha não devia era nunca recair sobre alguém que foi também candidato.
    Têm falado em competência. Gostava que alguém da câmara disponibilizasse o currículo do novo acessor para que todos possamos ficar a saber nas mãos de quem irá ficar o gabinete do Presidente. A oposição poderia pedir essa informação.

  9. Alguém me explique, se souber. Estamos em crise. Há que poupar. Há dois anos não havia dinheiro para celebrar o dia da criança. O Álvaro contrata um boy, que não sabe fazer nada, cuja única competência que tem é ter cartão do PS (eventualmente também cartão do BE) e todos na câmara acham isso normal? Agora já há dinheiro para pagar o salário? Já acabou a crise?

    • Não era só em Felgueiras que existia um saco azul, pelos vistos, por cá, também existe um.
      Mal empregado o dinheiro que vão dar a esse senhor.

  10. Agora digam lá, vale ou não vale a pena ser vira-casacas?
    Um dia é-se candidato pelo BE mas como isso não tem futuro, passa-se para o PS e arranja-se logo um tacho. A vida está boa é para os espertos.
    Pensei que o dr Álvaro era uma pessoa mais vertical. É igual a todos os outros. Não presta. Quanto me arrependo do voto que lhe dei.

    • Tem toda a razão. Os burros são os que mantêm uma linha coerente durante toda a vida e não passam da cepa torna. Os espertos são os que não se importam de hoje ser uma coisa e amanhã outra e conseguem arranjar logo tachos, mesmo que não tenham qualificações. No PS abundam os espertos.

    • Engano seu, as bestas também mantêm, o mesmo pensamento e tipo de comportamento. um burro pode não ser uma besta? Eu leio aqui de uns e de outros… as moscas não se incomodam que as caudas e as orelhas as enxotem de bosta para bosta! Era mesmo bosta que queria dizer, não erra besta!

  11. E Para acabar Viva O Partido Socialista da Marinha Grande, que ganhou as eleições Autárquicas de 2013 – Continua a ser uma Câmara Socialista!

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

  
Please enter an e-mail address

Postar Comentário