CMMG

A partir de hoje deve ser possivel fazer-se uma vida quase normal no centro. Como era previsível, tudo acontece antes das eleições. O tempo que as obras estiveram paradas e a conclusão mesmo à beira das eleições não consegue afastar a ideia de que tudo foi planeado para assim ser. Claro que mal se compreenderia que o Álvaro não tentasse dar a imagem de que conseguiu fazer alguma coisa e, para isso, nada melhor do que poder ter tudo a ser concluído a tempo dos eleitores não se esquecerem. Mas esta abertura à circulação permite que se tenha já uma noção do que ali foi construído. Gostos não se discutem mas parece-nos que aquelas duas obras ficam francamente desenquadradas do que as rodeia. A Casa da Cultura, vista do lado do palco, é o monstro que parecia que ia ser. O Cubo de Vidro aparece ali como que caído de pára-quedas. Se desde o início tínhamos essa ideia, agora confirma-se. Não gostamos! É provável que os autores dos projectos possam até ter explicação para o que ali está feito mas não conseguimos gostar do que ali está. Aquela mistura de modernidade com o que existia não nos convence. Sem sequer se falar no que poderá ser a utilização daqueles espaços, ainda sem nada para ali previsto e a perspectiva de aqueles locais ficarem às moscas, os muitos milhões que ali estão enterrados parecem-nos terem sido mal gastos. 


Seguir
( 0 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

25 comentários

  1. Alguém é capaz de explicar, como foi possível arranjar dinheiro para aquela obra no Edifício da Resinagem, quando no mandato da CDU/Barros Duarte, o Vereador do PSD veio a publico dizer que a Câmara não tinha dinheiro para se fazer a requalificação do Mercado (naquele mesmo espaço). Será que foram os fundos comunitários, será o PS mais esperto?… ou alguém faltou a verdade?

    • Para fazer ali o quê? O Centro Histórico da Marinha está morto.
      De que vale termos edifícios recuperados, se não temos nada para colocar lá dentro, ofertas culturais, quais?… para quando?
      Se for para acontecer o mesmo que acontece diariamente no Museu do Vidro e do Joaquim Correia, aonde foram gastos muitos milhares de euros, mas visitantes, zerooooo….

    • Gosto da ideia do Mais Concelho, quanto a solução para o mercado.
      É algo que vai dar vida ao centro da Marinha.
      Diversidade de oferta, misturado com muita cultura (animação de rua), tudo integrado na requalificação do (espaço) Mercado do Atrium e na utilização de vários espaços da zona histórica da cidade (parques, praças e pracetas).
      Ao exemplo do que se faz em muitas cidades da Europa.

  2. Já se deram conta, que em 20 anos, o Município da Marinha Grande já fez investimentos de milhões na Cultura, mas o Concelho continua sem uma politica definida para esse sector. As coisas vão-se fazendo (com diz o outro – navegação à superfície). Nada foi feito dentro de uma Estratégia definida a longo prazo.
    Mal será se hipoteticamente continuar-mos nas mãos desta gente.

  3. Na edição de 22 de dezembro de 2011 o JMG fazia a seguinte capa: TEATRO STEPHENS EM OUTUBRO (de 2012) E RESINAGEM SÓ EM 2013”. A conclusão a que chego é que se enganaram no teatro apenas por 1… ano.
    As obras estão feitas, abriram a passagem, mas pessoas… nem vê-las.
    Gastaram-se milhões naqueles dois edifícios, que poderiam ter tido uma intervenção mais minimalista e que não causassem tanto impacto visual naquela zona histórica, e talvez houvesse dinheiro para outras coisas como saneamento, reparação de jardins de infância e primárias, circulares externas ou até para uma piscina.
    A propósito de piscina deixem-me que vos cite o JMG de 27 de janeiro de 2011: “PAULO VICENTE GARANTE PISCINA ATÉ AO FINAL DO MANDATO”.
    Um pequeno atraso ou um pequeno lapso?
    Enfim… políticos…

    • O PS é uma maravilha, é um ajuntamento da fina flor do entulho, do melhor.
      Basta vermos o Álvaro é o maior incompetente de sempre a passar na câmara, em que o cérebro da operação é a louca da Teresa Coelho e para “embelezar” o ramalhete, faltava o Pedrosa, que é um tipo sem prímcipios, habituado à polítiquisse que se faz por Lisboa e que trás o pior que se vê na política para o nosso Concelho.
      Nisto só faltava um reconhecido criminoso, ora para isso, o PS arranjou o Francisco Soares, que esteve preso até 90, pelos crimes cometidos com as FP 25, suspeito de ter participado em acções que acabaram com vítmas mortais e com pessoas incapacitadas para o resto da vida (caso do Brito do BES).
      É isto o PS!

    • Então o candidato à Junta de Freguesia da Marinha Grande era das FP 25? Isso é que é um novidade, quem não concordar com ele, pode contar com um atentado ao melhor estilo dessa corja de criminosos.
      Parabéns ao PS da Marinha Grande por nos conseguir surpreender, sempre pela negativa.

  4. Lá vem o curioso com o seu mau gosto, opinião de quem diz mal de tudo.

    Já parece aquele rapazinho do JMG o Tóze Ferreira, a fazer editoriais a falar mal de quem não conhece.

    Estão os dois bem um para o outro, macaco mais tóze, farinha do mesmo saco. Fraquinhos e com mau carácter.

  5. O PCP também era para ter feito uma piscina, circulares externas e saneamento no anterior mandato, só que se entretiveram a substituir presidentes (ou fazer golpes de estado?) e acabaram por se esquecer daquilo que prometeram às pessoas que os elegeram.
    Enfim… políticos…

  6. O centro está LINDO.

    PARABENS ALVARO.

    Muito melhor esta obra (que foi financiada a 85%, o dinheiro só podia ser gasto nela, ou então seria gasto noutra cidade)

    Ja agora…. o MpM já tem 2 propostas, por isso Curioso, faça uma (auto)critica, para 25 anos. Ouvi ontem:
    1- construir camaratas para os bombeiros (vão mandar numa casa que não é deless)
    2- construir 1 rotunda que foi tecnicamente provada impossivel

    YUPIIIIIIIIIIIIIIIIII

  7. O PS conseguiu 85% e os outros do PCP só conseguiam 65%… Pois é… e aquilo que gastaram para compensar a empresa que devia ter sido adjudicada e em pareceres de advogado?
    Pensem bem antes de dizerem disparates como: “parabéns”. sejam inteligentes sff. Ou não escrevam estas barbaridades ou então não ofendam as pessoas que ainda pensam um pouco.
    ABRAM OS OLHOS!

  8. Agora a Marinha Grande além, de ser conhecida pelos VIDROS e pelos MOLDES passou a ser conhecida, pela cidade com mais ARQUITECTOS, ENGENHEIROS CIVIS e PAISAGISTAS…

  9. Uma coisa é certa: O centro histórico´está mais bonito, apelativo e esperemos que funcional. A Marinha está finalmente no caminho da modernidade. Parabéns aos Marinhenses e que saibam aproveitar as oportunidades e as funcionalidades de que agora a cidade dispõe.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

  
Please enter an e-mail address

Postar Comentário