TUMG

Acreditamos que poucos serão os que se dão ao trabalho de ter as actas das reuniões de câmara. É normal que não perca muito tempo nisso até porque se sabe que as publicações são feitas sempre com muito atraso. Ainda assim, há coisas que são interessantes de ler. Apesar de não ser assunto que tenha sido noticiado, resulta da leitura das actas que há pouco tempo foram levadas para aprovação as contas da TUMG. Não esperávamos que a câmara não as aprovasse mas achámos estranho o facto de as contas terem sido aprovadas apenas com os votos favoráveis do Álvaro e da Cidália. Com excepção do Vicente, que não as pode votar, todos os demais vereadores não votaram favorável, tendo optado pela abstenção. Como não houve declarações de voto desconhecem-se as razões que levaram a que não tivessem votado favoravelmente. A abstenção dos vereadores da oposição traduz-se num “deixar passar”, ou seja, não terão ficado convencidos com o que lhes foi apresentado. Sendo as contas da empresa municipal o que traduz o seu desempenho, esta abstenção e a aprovação apenas pelos elementos dos PS vem levantar dúvidas quanto ao que terá sido apresentado, o que poderá estar relacionado com a forma como poderá ter sido feita a gestão. Parece-nos que deveria ser dada informação aos munícipes relativamente às causas que terão estado na base desta aprovação por um triz!


Seguir
( 0 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

15 comentários

  1. Oh Curioso, põe-te a pau que alguns tipos do PS andam-te com uma gana tremenda…é só azia…!!!

    Reconheçam a sua infeliz mediocridade de cabeças vazias…

    • Caro anónimo. Estaríamos preocupados se o escrevessemos fosse invenção ou mentira. Como não é, não somos nós quem tem que estar preocupados até porque não contamos ir a votos. Aproveitamos para o informar, em primeira mão, que o Largo irá ser enviado a cada munícipe dentro de dias para que nem só os que aqui passam tenham acesso ao que foi escrito por nós e pelos comentadores.

  2. A conclusão que tiro deste texto é exactamente oposta à que se pretende transmitir.
    Na aprovação das contas de uma empresa, neste caso municipal, em que o único accionista é a Câmara, que são auditadas por um Revisor Oficial de Contas, ou se vota contra, fundamentando o voto em factos relevantes que distorçam a verdade contabilística e financeira da empresa, ou, ao contrário, se as contas espelham a realidade, teriam que ser aprovadas.
    Ora, a oposição à Câmara, incluindo o Dr. António Santos que é técnico na matéria, optou pela abstenção, o que, porque não sei se fizeram declarações de voto que confira coerência a esse voto, configura um acto de desresponsabilização da maioria dos accionistas, que não abona, em nada, a forma como se faz política, mesmo quando está em causa, tão só, o normal funcionamento de uma empresa.

  3. Fica a pergunta.
    Se foi só aquilo que se passou na reunião de Câmara, estando as contas certificadas, porquê a abstenção???

    • Caro A. Constâncio. Essa é uma pergunta à qual não sabemos dar resposta. Só os próprios vereadores o poderão fazer. Pelo que já nos chegou como informação, na causa da abstenção poderá ter estado o facto de existir discordância com o modelo de gestão, assente essencialmente em dotações por parta da câmara. Não temos, no entanto, confirmação formal desta informação.

    • Pois é, mas a coisa já ganhou outros contornos. Com a explicação dos procedimentos, importante para os leigos, que ao lerem neste insuspeito blog que a aprovação de contas foi por um triz, concerteza tranquilizam alguns dos piores receios que a notícia suscitava. Fica mais clara a razão da coisa e as motivações, da oposição, neste caso, Vereação e blogers.
      Provavelmente a notícia é verdadeira em todos os contornos, mas não é ética a forma insidiosa como foi aqui reproduzida.
      Obrigado Sr. A. Constancio.

  4. Esta votação é o reflexo da oposição que temos.
    Indefinição, Indefinição ….Indefinição.
    Que falte de coragem!
    Não ganham vergonha e ainda voltam a pedir que
    votem neles?
    Em Outubro vou votar num dos Movimentos.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

  
Please enter an e-mail address

Postar Comentário