Campanha em espelho

CuriosoPS18 Comentários


Se da parte dos movimentos independentes tem sido o que se tem visto, pouco ou nada se sabe em relação às intenções do PS para as próximas eleições. Sabe-se que o Álvaro será o candidato e, pelo que conseguimos saber, deverá manter-se a mesma equipa. Se é verdade que se costuma dizer que em equipa que ganha não se mexe, há, no entanto, algumas maçãs que poderiam ser retiradas. Mas isto leva-nos ao que está a ser a pré-campanha que o PS está a fazer. Aproveitando-se do que são as obras que agora de repente dispararam por todo  o lado, o PS local está a fazer a sua campanha assenta naquilo que têm sido as acções da câmara nas últimas semanas. Na página do Facebook apenas se encontram recortes de jornal e cópia do que a câmara vai publicando. Nem uma ideia está ali colocada em relação ao que pensam ser o futuro da terra ou o que possam ser as ideias para resolução de alguns dos problemas ainda pendentes. É evidente que se esperava que o PS funcionasse como espelho da acção da câmara mas esperava-se que pudesse ir mais além. Seria interessante que o PS pudesse, mais do que fazer uma colagem em espelho do que são as iniciativas da câmara, ir dando a conhecer como vê o assunto da Resinagem ou da Casa da Cultura. Fazer campanha com os recursos da câmara é fácil, mas de pouco mérito. Se há uns tempos começou com um ciclo de conferências, fica a ideia de que tudo não passou do primeiro ciclo e que tudo se ficou por aí. Mais do que poder vir dar a conhecer o que são as obras que agora estão a fazer apressadamente ou vir tentar usar a política governativa nacional em seu benefício, esperava-se que o PS e o Álvaro começassem já a dizer o que pensam fazer ou se irão aproveitar apenas as promessas que estão ainda por cumprir. Acreditamos que, apesar de tudo, não faça uma coisa: colar-se ao Seguro. Apesar de poder vir a ser o próximo Primeiro-Ministro, não nos parece que deva usá-lo como exemplo do que quer que seja. De boys estamos fartos!

Seguir
( 0 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

18 Comentário em “Campanha em espelho”

  1. Avatar

    Já todos tínhamos percebido.

    O Curioso está ao serviço do PC. São aqueles que têm alguns irresponsáveis que tudo fizeram para que alguns dos nossos alunos não pudessem prestar provas e ainda se vangloriam no FB.

    Ataca os independentes, o PS (dá-lhe forte) e o PSD (muito devagarinho) nas esperança que o Vítor ganhe as eleições. É um homem exemplar por onde passou!

    Então nos independentes é malhar forte.

    1. Avatar

      Caro Farto de Hipócritas. Ah agora estamos ao serviço do PC? Pelos mais variados comentários que têm sido feitos, andamos ao serviço de todos, depende do que cada um acha! Decidam-se para que possamos saber afinal ao serviço de quem andamos.

    2. Avatar

      Este é um espaço que não deve estar ao serviço de nimguem em particular, mais sim ao serviço de todos,pena que por vezes isso não aconteça.
      O espaço tem responsáveis e como tal eles(as)tem o direito de escolher de que lado estão(á).
      Respeito,neutralidade,imparcialidade,Precisa-se.

  2. Avatar

    Mais, o PS já anda a publicar na sua página do FB, iniciativas/eventos de associações e entidades privadas, nas quais, em nada participou na sua organização, nem lhe foi pedido para fazerem divulgação dos mesmos.
    É a Marinha no seu melhor.

  3. Avatar

    Os curiosos andam muito nervosos.

    Quando o largo das calhandrices passar a movimento independente vamos conhecer os meninos inteligentes que formam o trio.

    Assim iremos rir às gargalhadas.

  4. Avatar

    No PS nada melhora, Agora é o Álvaro da Moita (que tinha jurado a pés juntos que não se recandidataria), que anda numa correria louca procurando arranjar nomes para a sua lista.
    Se não fez nada nestes anteriores dois mandatos, é claro como a água que vamos ter mais do mesmo ou pior porque não tem que mostrar trabalho. Por lei o seu último mandato.

  5. Avatar

    Excelentíssimos administradores da página e “visitantes” do Largo, acham que o PS precisa sequer de fazer campanha? Com a oposição que se “avista” (ou que nem se avista em lado algum) o PS vencerá as próximas autárquicas a dormir!!! Acordem e caiam na realidade! Em Outubro veremos!

    1. Avatar

      Caro anónimo. Se conhecêssemos o futuro, jogaríamos no Euromilhões. Tem, no entanto, razão numa coisa: com a oposição que é feita e com o que tem sido a campanha dos demais candidatos à câmara, é provável que tenha razão. Acreditamos que se esse for o resultado, depois do que tem acontecido, isso ficar-se-á a dever mais à falta de acção dos outros do que ao mérito próprio.

  6. Avatar

    Se o PS não fizer campanha e com a perfeita nulidade que foi o atual mandato, como é que podem ganhar?
    Saiam à rua e ouçam o total descontentamento da população.
    Só um fanático poderá crer numa vitória.
    Vai ser o maior desastre eleitoral na vida política concelhia do PS.
    Em Setembro veremos!

  7. Avatar

    Em Setenbro veremos!!!
    Não há alternativas ao +Concelho.
    Logrado, não nos desiludas, contamos contigo, conta connosco.

  8. Avatar

    Meus senhores, com o devido respeito por todos os movimentos que começam a surgir, é de louvar a iniciativa, a coragem e o sentido de dever para com os demais, mas são uma oposição muito fraquinha… e bem onstensiva a todos. Para o PS, é limpinho! Com muita pena minha 🙁

  9. Avatar

    O PS está em terceiro lugar nas unicas sondagens realizadas e atrás de um movimento independente.
    Portanto o limpinho… limpinho aqui nao se aplica!
    Ainda bem para nós…digo eu!

  10. Avatar

    Não direi que seja a única, mas a principal oposição que se faz a este executivo, é a lançada aqui nos posts do Largo e a dos comentários que se lhe seguem.
    Estive na Assembleia Municipal de Sexta feira passada, dia 21. Confesso que, face às críticas exacerbadas aqui feitas diariamente ao partido da maioria, ao executivo da Câmara e das Juntas da Vieira e da Moita, sobretudo, ao presidente e vereadores eleitos, ia com fortes expectativas de ver, ali no lugar próprio do debate democrático, confirmadas as denúncias de incompetência, de inacção e as “trapalhadas” que aqui se insinuam e anunciam
    Engano meu. Excluindo a mal amada mortuária da Vieira, pela estética e sumptuosidade apregoadas, ao que assisti foi a uma inesperada harmonia em torno dos deputados, ao ponto da bancada do partido da maioria nem ter tido necessidade de defesa, nem sequer de usar da palavra, para além de duas ou três intervenções de apoio a moções ou a intervenções das oposições. Apoios, foi o que disse!
    De resto, tirando algumas picardias pseudo humorísticas dos representantes da CDU e alguns temas de projectos ou obras por fazer que o presidente justificou, só vi concordância; e mais, satisfez-me ouvir a forma corajosa como deputados à esquerda e à direita concordaram com o sucesso da gestão e da elogiosa situação financeira que a nossa Câmara vive.
    Surpreendeu-me, por exemplo, que a Câmara sendo das poucas no país que viu a sua capacidade de endividamento aumentada, tenha pedido a dispensa de financiamentos para as obras em curso…E não se diga que há falta de obras em curso ou projectadas, pois ouvi bastantes referências a umas e outras e não são obras de somenos.
    Sendo certo que algumas questões emblemáticas estão por resolver, como a Atrium, o Mercado e a Piscina, também é certo que foram já resolvidas outras há anos emperradas: A compra de terrenos para permuta, o Parque da Zona desportiva, a solução das vias de circulação na Zona Industrial, o alargamento da Zona Industrial, o Parque de estacionamento da J. Ferreira Custódio, o Teatro Stephens os jardins e edifícios envolventes, a Resinagem…é obra!
    Pensava também, que a própria Moita era um deserto a Sul, como o do Ministro Lino, mas não. Afinal também há por lá bastantes obras. Afinal quem andará a enganar a Troika dos Curiosos?

    1. Avatar

      Caro Reporter de ocasião. Pensamos que não andamos a ser enganados e, acima de tudo, não queremos enganar ninguém.
      Há, como bem refere, obras que teimam em continuar a ter a solução arrastada no tempo mas, como o Rui Veloso, falemos de coisas bem melhores e falemos das que diz terem sido resolvidas.
      – Parque da Zona desportiva: qual? Que foi feito?
      – Circulação da Zona Industrial: é aquilo que ali está feito solução ou mais um problema para um dia voltar a ser mexido?
      – Estacionamento da J. F. Custódio: tal como S. Tomé, ver para crer!
      – Teatro Stephens: no final se fará o balanço mas, além da obra ser o que se vê, e sobre isso já opinámos, avizinham-se novidades que poderão levar ao aumento do consumo de comprimidos para a dor de cabeça, o mesmo se dizendo em relação à Resinagem.
      – Resinagem: terá esquecido tudo o que a envolve e os custos a isso associados?
      – Jardins: um ano fechado para ser colocado o que lá está! Mas tem razão, está concluído.
      E o resto que foi prometido? Dá-se o desconto porque durante a grande parte do mandato o centro da terra foi transformado num estaleiro de obras?
      Quanto ao mais que refere, reconhecemos que tem alguma razão. Durante quase quatro anos a oposição adoptou uma postura de mero espectador e isso é evidente nas reuniões da assembleia municipal, não podendo deixar de não esquecer que nem sempre os eleitos são o que de melhor a terra produz em termos políticos!

    2. Avatar

      Quem anda a enganar a troika de curiosos não sei.

      Sei é que este repórter de ocasião quer enganar o povo.

      Essa é que é essa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

  
Please enter an e-mail address