MpM

Após o anúncio do Aurélio de que iria aceitar o desafio que lhe lançaram, esperámos que começassem a surgir algumas ideias para o que pensa que poderá ser a terra em 2025. Esperávamos que, acima de tudo começassem a surgir soluções para o que está mal. Entendemos que possa não querer dizer mal de tudo o que tem sido feito por este executivo do Álvaro mas parece-nos que será inevitável que tenha que tomar posição em relação ao que tem acontecido. Entendemos também que possa estar a guardar os trunfos para um momento posterior mas essa não nos parece ser a estratégia mais acertada. Ao contrário do que se esperava, o Aurélio remeteu-se a um silêncio estranho. Não acreditamos que alguém o tenha mandado calar ou mesmo que lhe tenham posto a mão na boca mas temos dificuldade em entender o nada ser dito. Ainda que possa andar entretido com a sede de campanha, impunha-se que começasse a dar um ar da sua graça. Este silêncio, misturado com alguma especulação que começa a surgir relativamente ao que poderá vir a acontecer e ao que poderá ser o seu futuro, poderão não ser muito vantajosos para o que disse querer conseguir. Tem, no entanto, uma vantagem: não diz asneiras! Quando alguns começam já a andar na estrada, nos contactos com os munícipes, o Aurélio esta em recolhimento!

Seguir
( 0 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

31 comentários

  1. Esse grupo está cheio de excluídos e dissidentes do PS. Falavam do grupo do Logrado, mas este é ainda pior. Daqueles nomes que apareceram no jornal, mais de metade são nomes de campanha, e a outra metade já andou a mamar tachos em mais sítios que conseguimos contar.

  2. Como pode “Ele” vir dizer mal, quando “Ele” é tem estado ao lado deles. O interesse dele é apenas para os seus – OS EMPRESÁRIOS.

  3. Antes de virem aqui comentar, procurem ver as fotografias publicadas no FB e ver que estava na apresentação do Aurélio – descontentes do PS e alguns amigos de ocasião (para não dizer coisa pior). Já para não falar das famílias do Aurélio, do Jorge Santos e algumas pessoas de fora do Concelho.

  4. Oh CURIOSO – um silêncio estranho porquê? Não vai ser fácil vir dizer que não concorda com isto ou com aquilo, porque ele sempre esteve ao lado do poder.

  5. Vai uma aposta?
    Alguns – e se calhar muitos – dos que lá estavam não vão votar no Aurélio. Eu sou um deles! Estive por curiosidade, amizade ao Aurélio e alguma ligação a um dos grandes apoiantes. Mas em principio o meu voto vai ser igual ao das ultimas eleições a não ser que haja algum terramoto. E como eu, sei de alguns nas mesmas condições. Isto de independentes é uma treta, uma feira de vaidades e de promoções pessoais.

  6. Entretido com a sede de campanha? Só se for com o aditório José Vareda, que está em obras, porque a sede desta campanha é o Operário do Carlos Carvalho. Ou vão dizer-me que é mentira?

  7. Gosto mais do silencio do Aurelio do que da “Prima” do Logrado. Prontos, gostos são gostos.
    Também gosto mais do silencio do Aurelio do que do barulho ensurdecedor do PS na revista que pagou, nao sabemos ainda com que dinheiros, para ao fim de quase 4 anos de mandato tentar vir justificar o injustificavel.
    Tambem gosto mais do silencio do Aurelio do que da chincalheira do PSD com o “barulhento tabu” do Santos a decidir se vai ou nao vai ( se ele for assim caso alguma vez ganhe a câmara, estamos mais condenados ainda do que este executivo PS que em ultimo ano de mandato é que pos a MArinha a proliferar de cogumelos de betão por todo o lado).
    E continuo a dizer que gosto mais do silencio do Aurelio do que o estrondoso barulho da camaradagem comunista na habitual dança das cadeiras aos lugares elegíveis.

    Penso que alguma vez na vida todos nós já tenhamos assistido a uma luta de caes, perdoem a analogia, mas é o que parece.

    Deixem o Aurélio fazer o seu caminho, em Outubro, tal como os partidos politicos e os outros movimentos, será julgado por isso.

    Acalmem os animos e pensam realmente nas prioridades que o Concelho precisa. Os municipes agradecem!

  8. O Sr. Aurélio, tal como o presidente Álvaro, vai dár-nos a felicidade lá para o ano 2025!!! Mas que profecia!…
    Sobre os trunfos guardados para o fim, só tem bons resultados no jogo da “bisca de nove”.
    Estar calado para não dizer asneiras é como se: nada faz para não cometer erros.
    Essa da sede de campanha, é mesmo uma anedota que nem dá para rir.
    Assim pensa o moitense.

  9. Este Sr. Aurélio ainda não viu que com esta decisão em avançar com uma candidatura (que vai disputar os votos do PS e alguns do PSD) está a dar de mão beijada a Câmara a CDU. E o mais engraçado é que podem bastar pouco mais de 4 500 votos para vencer as eleições em Outubro. Se não fosse a vaidade, tinha aceite fazer parte do + Concelho, poderia vir a ser o escolhido para cabeça de lista, mas não, longe dele ter que se submeter a uma decisão coletiva (mas isto serve igualmente para mais alguns – o Santos, o Carvalho, o Jorge, etc…).

  10. Resumindo, dividir para reinar. Mas a dividir assim com tanto entusiasmo, vai passar a ser reinado, com toda a certeza. Isto é a Moita atenta ao pensamento dos que querem ser presidentes da cidade,, e o resto é paisagem.

  11. Não fale assim da Moita, a Moita será aquilo que os Moitenses quiserem. Não podem é ser todos iguais ao “Sr. ou Sr.s” que não deixou e que não gostou da presença do + Concelho. Ainda vivemos num Estado Democrático, aonde ainda há liberdade de expressão. Em breve iremos de novo a Moita para conversar com a população.

  12. Quem não gosta da presença do + Concelho na Moita, são os monárquicos do PS/Moita, mas estão a perder o piu… prometeram mundos e fundos, agora estão caladinhos que nem ratos.

  13. Tal como o anterior, o actual Presidente da Junta da Moita entra mudo e sai calado das Assembleias Municipais. Neste mandato, falou mais vezes a deputada do PSD e o deputado da CDU (quando tinha acento)sobre assuntos e problemas da Moita que o representante número um da freguesia.

  14. A candidatura do Aurélio parece estar a incomodar muita gente!Excelente sinal para aqueles que, como eu, entendem que nos partidos políticos para além de pessoas válidas (obviamente) existem ignorantes e pretensiosos com a mania de que são os “maiores” e que a democracia é so para alguns (os mesmos do costume). O tempo de ser só para alguns, felizmente para todos nós, já lá vai ha há muitos anos!

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

  
Please enter an e-mail address

Postar Comentário