CMMG

Um dos deveres principais de uma autarquia local consiste em informar os munícipes das actividades realizadas“. Assim começa a nota de abertura da revista mensal que ontem começou a ser distribuída. É, sem duvida, uma verdade inquestionável. Quando começámos a ler a revista algo começou a parecer estranho! Começámos a ter a sensação de que estávamos a ler um panfleto de campanha eleitoral! Sabemos que estamos próximo de ver as máquinas partidárias em acção mas não pensávamos que iria ser tão evidente quanto está a ser. Poderá haver quem diga que é uma coincidência o facto de surgir agora esta publicação com o facto de estarmos em ano de eleições mas como há ainda quem acredite no homem das barbas brancas, não os podemos censurar! Não deixa de ser estranho que apareça agora uma revista, distribuída juntamente com o jornal da terra, que vem por em evidência o que a câmara e o executivo tem feito. É certo que são apenas 12 páginas, com 12 coisas diferentes, que mostram o pouco que tem sido feito mas, ainda assim, não deixa de ser uma coincidência deveras espantosa usarem-se os meios da câmara para tentar mostrar o que possa ter sido feito pelo partido que tem gerido a câmara, nesta altura. Curiosamente na revista nada é dito sobre o negócio do UDL ou a indemnização que se vai pagar pela Resinagem ou mesmo a razão do atraso nas obras! Também não se diz como vai ser aproveitado o espaço da Resinagem ou mesmo o que está programado para os primeiros meses na Casa da Cultura. Nada disso importa! Importa é tentar convencer que se fez alguma coisa. Já agora, num concelho com tantas coisas bonitas que podiam ser usadas numa primeira página, qual a razão da capa da revista ter uma imagem do Fórum Económico Mundial, que por acaso aparece num anúncio dum jornal de Leiria? Deve ser para os custos serem mais baixos ou devem ter pensado que é desnecessário por algo original e da terra se é tão mais fácil ir à internet buscar uma imagem! Tudo isto soa a estarem a tentar passar um atestado de estupidez aos munícipes!


Seguir
( 0 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

14 comentários

  1. Fizeram ainda mais asneira, já não chegava o que fizeram durante os últimos 40 meses a frente da Câmara. Tanto falaram dos outros e acabaram por colocar o pé na m…..

  2. É uma vergonha.
    Então o dever de informar os municipes só agora é se tornou real? E desde Novembro de 2009, os municipes têm andado nas trevas da informação autarquica ?
    Então agora já não ha problema com a lei dos compromissos, e podemos gastar dinheiro em 20.000 exemplares e encarta-los nos jornais?
    Quando os comunistas publicaram em 2009, vieram estes dizer que era campanha eleitoral feita com dinheiro da autarquia. E agora dizem o quê ? Sejam honestos.
    E a qualidade da revista é uma porcaria. Será que as pessoas que faziam este trabalho na Camara perderam qualidades, ou são outros que os estão a fazer.
    Fujam da nossa frente, estamos fartos de tanta incompetencia.

  3. Quais os custos desta revista?
    A quem foi dada a publicação a fazer?
    Que interesses há em fazer uma revista desta natureza a pouco mais de 7 meses das eleições autárquicas?
    Porque não vem na edição do Região de Leiria e só vem no Jornal de Leiria e no da Marinha? É para pagar favores?
    É só politica barata!
    É mesmo ….o melhor é fugirem o quanto antes.

  4. Qual revista? Será que tenho que comprar o Jornal para ter acesso á publicação? Mas a Moita ainda não faz parte do Município? Há, tá bem será lembrada lá mais para a proximidade das eleições!!!

  5. Não sabia que os TOCANDAR pertenciam à ESEACD. Vi no FB do Paulo Tojeira.
    Não será um pouco (para ser meiguinho) abusador? Ainda por cima com aquele texto.

    Para quem teria outras pretensões está aqui um bom exemplo. Não basta ensinar música é necessário ajudá-los a serem pessoas bom senso.

  6. Este anónimo está a ver coisas assombrosas! Que tem a revista a ver com o tocándar, com o Paulo Tojeira e Com a ESEACD? Abusador é a tua prima! Ou só vens aqui dizer mal?

  7. Mas o mais interessante é que o financiamento total desta revista cerca de 23455.14 euros foi chumbado na reunião de Câmara de 7/3/13 por toda a oposição.Afinal isto é que é um respeito pelas decisões de Câmara ? Então onde vão eles agora buscar o dinheiro para efectuar o seu pagamento ? E agora já não existe a lei dos compromissos ? Que vergonha !

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

  
Please enter an e-mail address

Postar Comentário