EmpecilhosPSPSDSantos

De quando em vez damos uma vista de olhos ao que se escreve no Facebook. Das muitas coisas que por lá se escrevem, chama-nos sempre a atenção quando isso vem de alguém que ocupa lugares públicos. Na semana passada um dos deputados municipais suplente deu-nos a conhecer o que iria falar na assembleia municipal. Disse que que “já tinha esboçado algumas notas sobre os assuntos acima referidos para eu próprio, que hoje vou subtituir um elemento efetivo, colocar ao executivo”.  Esta coisa da política, ainda que local, deve ser feita com seriedade e este tipo de anúncios soam-nos sempre a tentativa de não passar despercebido mais do que uma verdadeira preocupação com o que se passa. Todos aqueles que fazem trabalho não têm que anunciar que o fazem. Se existe ele aparece! Nesta época em que  PSD está para decidir quem serão os que irão fazer parte das listas, este tipo de atitude mais não é do que um lembrete para que não sejam esquecidos no momento da escolha. Ver que um deputado municipal faz quase o papel de jornalista, auto promovendo-se e tentando que a imagem difusa que tem possa ficar nítida, é algo com o qual não concordamos e que nos leva a pensar que a politica local tem mesmo que sofrer uma renovação.


Seguir
( 0 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

14 comentários

  1. Volto de novo a dizer-Lhe que está muito enganado, não peciso de anunciar o que vou fazer para Me auto promover. Não preciso de escrever no Facebook ou criar um Blog para que não se esqueçam de mim. O meu percurso politico, social, desportivo e cultural, é por muitos reconhecido, não preciso de fazer o “papel de jornalista”, não preciso de ter um curso “superior” ou de tentar ser aquilo que muitos por ai são – uns fingidos, uns “cagões” ou até mesmo, uns vendidos. E se a minha imagem é difusa aos olhos do Largo e de alguns dos seus amigos, “temos pena”, não me conheçem bem. E já agora, se na politica local há necessidade de renovação, então desafio todos aqueles que têm uma imagem nítida, que apareçam, não se escondam no anónimato, porque “treinadores de bancada” há muitos.

  2. Pedro Fonseca, obrigado por todas as informações disponibilizadas aqui e por dares a importãncia devida a assuntos relevantes e de grande importância para o concelho e de grande preocupação da população local.

    Infelizmente, nem todos os fazem. Neste caso em especial, não vi ainda mais ninguém preocupado.

  3. Volto a dizer o que já disse: na politica local, o meu voto irá para aqueles que mostrarem maior atenção e demonstrem maíor capacidade para gerir a Marinha Grande.

    Os partidos que “vão à vida”! As pessoas e a Marinha Grande é que são importantes.

    Não terei qualquer problema em dar o meu voto ao PSD, ou PS, ou PCP, ou Verdes se estes finalmente aparecerem, etc.

    O que me interessa é uma boa gestão desta terra que anda muito mal gerida há demasiados anos.

  4. Lembro-me do tempo em que este senhor deputado insultava os árbitros nos jogos de hóquei num péssimo exemplo do que é o comportamento que se deve ter.
    Hoje não sei como está. Possivelmente mais calmo mas é o exemplo do que o PSD tem. Uma fraca qualidade de representantes.

  5. Ah, então era ele que naquele tempo insultava os árbitros! Finalmente descobrimos. Já podia ter dito, isso não é nada bom. Mas deve ter deixado de assistir aos jogos, nunca mais houve insultos!

  6. Só quem viu pode julgar o comportamento. Era mau demais. Não se trata de dizer que nunca mais houve insultos. Houve,há e vai continuar a haver. Mas ver uma única pessoa que nas bancadas se destacava pelas razões erradas, é mau.

  7. Levantar gatos à frente de caçadores de lebres e ler a “dica da semana” enquanto se alivia a tripa, não enriquece o conhecimento de ninguém e só gera confusão.
    Este post é, na minha opinião, precisamente o que faz. Levanta questões acerca de um falso problema e gera celeuma onde não há espaço para tal. Como é que alguém que se diz para além da politiquice, se preocupa tanto com uma simples manifestação verbal acerca da metodologia de análise aos assuntos da assembleia municipal, por alguém que foi eleito para tal? É mais fácil ver nas suas palavras o que elas mascaram, do que alguma agenda escondida na frase de Pedro Fonseca. A caça que tem lançado à eventual lista do PSD, para as próximas autárquicas, começa a tornar-se aborrecida e acima de tudo fraquita. Podia compensar isso criando um “ComunasMG Leaks” ou “RositasMG Leaks” que isto do “LaranginaMG Leaks” já não está a dar nada.
    Há uma enorme falta de coerência entre aquilo que o Curioso escreve acerca da sua forma de estar perante a política e aquilo que entre as palavras se consegue ver, antever e até prever. Lamentavelmente vejo por aqui muita falta de assunto e muito tema levantado como se se estivesse a fazer um favor a alguém.
    Estimado Curioso, faça favor de usar de alguma imparcialidade, que não quero perder o respeito pela tentativa que faz de trazer a discussão sobre a MG à blogosfera.

    Levi Penafort

  8. …Ah e quanto aos árbitros julguei que nenhum português gostava deles, mas enganei-me. Há um ou dois anónimos que gostam.
    Isto é preciso é dizer mal…

    Levi Penafort

  9. Caro anónimo (Levi). Registamos a sua sugestão de criação de novas páginas.
    Quanto ao que refere, nem aqui nem em lugar nenhum, seja Albergaria ou outro, fazemos favores a quem quer que seja. Lamentamos mas o tiro foi na água!

  10. Caro Curioso,

    o tiro não foi na água. Foi bem no “porta-aviões”. A minha pessoa já por aqui tinha escrito que algumas pessoas (grupo onde está incluído o Pedro Fonseca) estão muito, MESMO MUITO, longe daquilo que escreve e das “supostas” vontades de protagonismo que a sua pessoa parece necessitar.

    O passado associativo e politico (quer como militante, quer como Autarca) do Pedro Fonseca estão acima, MUITO ACIMA, da mesquinhez do seu post.

    Aliás, deixe-me que lhe diga, o post que escreveu revela fraca intelectualidade e um péssimo hábito de dizer mal por dizer. De tudo e de todos.

    Pense comigo (se for capaz) …….. então um militante, que já foi TUDO (nomeadamente Presidente da Concelhia e por mais que uma vez) de um Partido que há pouco foi a eleições e que aconteceu o que aconteceu tinha necessidade de fazer o que aqui diz ??????

    Acha que “a cota” bate “com a perdigota” ???

    Não vê a “infelicidade” (para ser meigo) do seu post ???

    Mais uma vez lhe digo (espero que seja a última) que tem de rever as suas “fontes” ……. alguém anda a usá-lo e a aproveitar-se da sua ignorância.

  11. Relativamente aos outros comentários ……. apenas frisar que a bancada do PSD vale o que vale mas a sua qualidade não é mais fraca que as outras …. antes pelo contrário.

    Gostava (como escreve e bem o Pedro Fonseca) era de ver lá sentados muitos daqueles que escrevem a dizer mal e cheios de “opiniões” e “conhecimentos” ……. na “bancada” todos os “treinadores” são bons …… agora “em campo” …….

    Termino, relativamente às atoardas sobre os jogos de Hóquei, citando Jesus Cristo e desafiando quem nunca “pecou” a “atirar a 1ª pedra” ……..

    O que é isso comparado com outras situações, bem mais graves, pelas quais muitos já passaram ???

  12. Senhores deputados da Assembleia Municipal querem um assunto? então lá vai um: é quase dado como certo que a Câmara está a preparar um apartamento da Habitação Social na Moita para ceder (gratuitamente ou não) a uma Associação da qual o presidente é o presidente da Junta da Moita. A H. Social foi construida pelo INH, para servir quem dela necessita, e, há muitos portugueses em lista de espera. Então já vale tudo? Senhores deputados mostrem o que valem…

  13. @Anónimo Caro anónimo. Aprendemos que em democracia as opiniões dos outros, ainda que não concordemos com elas, devem ser respeitadas. Não é pelo facto de alguém ter já já sido “tudo” que não comete erros ou faz coisas com as quais os outros tenham que concordar.
    O que escrevemos decorre do que temos lido. Se for dar uma vista de olhos pelo muito que se escreve, não encontra nenhum outro deputado que anuncie o que vai fazer numa rede social!
    Mas claro, podemos ser apenas nós quem ache que isso está mal.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

  
Please enter an e-mail address

Postar Comentário