ÁlvaroCMMGEmpecilhosPromessas por cumprirUDLVitor

Soubemos que na última assembleia municipal o PCP insistiu para que o Álvaro apresentasse ali as contas do quanto custou a estadia do UDL na terra. Pelo que soubemos, a desculpa de que queria primeiro apresentá-las na reunião de câmara primeiro foi o argumento usado para não o fazer ali. Conseguimos também saber que na reunião de câmara o Álvaro limitou-se a colocar à disposição da vereação os dossiers com os documentos sem, no entanto, entregar o resumo das contas. Agora que há nova assembleia municipal, qual será a desculpa que o Álvaro irá arranjar para não facultar as contas aos deputados se eles as pedirem? É que eles são capazes de não se esquecer da promessa feita! Irá carregado com os dossiers e quem quiser que faça as contas? Irão ser facultadas calculadoras a cada deputado ou terão que as levar de casa? Esta atitude do Álvaro, que soa a recusa de entregar as contas, leva a crer que algo de grave se estará a tentar ocultar. Diz o povo que quem não deve, não teme. Que teme o Álvaro para andar há meses com rodeios para entregar as reais contas do que foi a estadia do UDL aqui? Quanto tempo mais irá o Vítor esperar sem virar a mesa? É que a desculpa de que facultou os dossiers para consulta não basta para que possa dizer que já fez o que lhe competia. Seremos só nós que temos a sensação que nos estão a querer fazer passar por burros?!
(Com respeito pelo período de luto, a data da AM impõe esta publicação.)


Seguir
( 0 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

5 Comentários

  1. Não é possível questionar sobre assuntos fora da ordem de trabalhos. Esta é uma Assembleia Extraordinária e como tal não há ponto antes da Ordem do Dia, nem ponto do Público e nem o ponto da Actividade Camarária.
    É pena.

  2. @Anónimo Caro anónimo. Se o regimento for cumprido à risca assim deverá ser. Entendemos, no entanto, que deveriam, por iniciativa da câmara, ser dadas as prometidas explicações. Acreditamos que a mesa não se iria opor. Foi, ao que sabemos, o compromisso assumido na última assembleia municipal. Claro que se não interessar mostrar as contas, a mesa e o seu presidente irão exigir que o regimento seja cumprido integralmente.

  3. Dessas contas não sei nada, mas presumo que os custos de manter a UDL aqui na terra, não foi nada quando comparado com o custo de os mandar para o espaço.
    Quanto ao Alvaro querer fazer o Curioso de burro, já não acredito. Ele sabe bem que se pode ir de cavalo para burro, agora de macaco para burro, também nunca ouvi falar.
    Não leve a mal, que é fim de semana. Também gostava de conhecer as contas, até porque, ainda no reino animal, suspeito que a montanha vai parir mais um rato. Oxalá assim seja.

  4. E porque será que o orçamento vai ser esventrado ou melhor reduzido ? sera que vai haver desinvestimento no concelho? a ser verdade onde porque é que se fazem aprovar orçamentos inflacionados ? agora que os fundos comunitarios acabaram, será que a promiscuidade nas obras publicas vai acabar ?

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

  
Please enter an e-mail address

Postar Comentário