Não se vêm nem revêem

CuriosoÁlvaro, CDU26 Comentários


Ontem, na assembleia municipal, o PCP veio dizer o que por muitos era esperado. Que não se revê nos incidentes que envolveram o Álvaro e os que o apuparam e assobiaram. Era o que se impunha. Tiveram o bom senso de se demarcar dos ovelhas negras que deram um mau exemplo do que é a vida partidária. Ser membro de um partido politico tem regras e uma delas é o respeito pelos adversários, tenham ganho ou perdido eleições. Os direitos que um cidadão comum tem de manifestar-se contra alguém são maiores do que os membros de um partido que deverão seguir as regras de convivência democrática. Apesar de poderem ter já vindo fazer tal declaração, fizeram-no, entendem muitos, no sítio próprio do debate político local. Ainda assim, o ambiente anda tenso entre os dois partidos e, à medida que as eleições se aproximam, o clima terá tendência a ficar ainda pior. Ou muito nos enganamos, ou a partir de agora irão começar a tentar tirar da cartola o que podem começar a usar para os dias que se aproximam. A luta pelo poder vai começar.


Seguir
( 0 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

26 Comentário em “Não se vêm nem revêem”

  1. Avatar

    O PCP identificou as pessoas que fizeram o que se viu e ouviu e estão a apurar responsabilidades. Não ficaram sem fazer nada.

  2. Avatar

    No Facebbok do Paulo Tojeira estava isto (escrito nos dias 28 e 29 de Abril):
    De Rodrigo Henriques pata o Paulo Tojeira:
    Caro Paulo. Partilhei este vídeo na tua cronologia com um objectivo, até porque estavas situado em posição para melhor “apreciares” um dos momentos que mais me envergonhou em muitos anos. Não foi o actual presidente da Camara que foi ofendido. Foi o próprio 25 de Abril que foi enxovalhado.
    Do Paulo Tojeira para o Rodrigo Henriques:
    Caro Rodrigo: não sei se te referes ao teor do discurso do Presidente ou aos apupos e assobios. Do local onde estava, pude aperceber-me de que vinham de pessoas situadas em vários lados. Creio que pretendiam manifestar a sua indignação. Como pudeste perceber, eu estava ali com o meu grupo para comemorar o “25 de Abril de 1974”. O Tocándar estaria ali com qualquer presidente, de qualquer força política. Embora sucessivos executivos não tenham tratado connosco da melhor forma, poderão sempre esperar de mim e de nós toda a colaboração institucional. Mas também firmeza na defesa dos nossos direitos. Sei que é uma luta desigual. Sei que geralmente têm prevalecido critérios duvidosos… Neste caso, para além da colaboração institucional, sinto o dever de festejar Abril e de transmitir aos jovens com quem trabalho os valores intrínsecos a esta data. Porque acredito neles e porque, desgraçadamente, a escola não o faz!

  3. Avatar

    Se é verdade o que diz o comentário 2 o Paulo Tojeira (pessoa que admirava) afinal não é a pessoa que julgava pelo que a partir deste momento perde toda a minha simpatia.

  4. Avatar

    O PCP não se revê neste tipo de atitudes?
    Só acredita quem quer.
    Falta 1 ano para as eleições e vão agora começar a tentar limpar a imagem com o objetivo de angariar votos tentando convencer as pessoas que não são radicais e anti democratas.
    Mas alguém acredita que o R Cruz das figueiras, o ex. presidente dos reformados e outros da mesma lai e educação vão agora subir o nível?
    Devia ser bonito se a CDU chegasse ao poder. Ao Barros Duarte fizeram-lhe a cama, ao Alvaro provocam-no com gestos obscenos e com todos os palavrões e agora de repente mudavam por obra do espirito santo.
    Enganem quem quiserem mas a mim não de certeza.

  5. Avatar

    O professor Paulo Tojeira afinal não é o que parece. Fui dos que escrevi aqui mensagens de apoio e admiração dizendo que ele não se revia neste tipo de atos.
    Afinal enganei-me.
    Aqui fica o meu pedido de desculpas ao curioso e o Tojeira que se dedique aos bombos ou que vá exercer medicina para a URSS.

  6. Avatar

    Durante o discurso do almoço dos reformados e com o Presidente da Camara Municipal a discursar o Jordão não parou de fazer piretes na direção do Alvaro perante o olhar atónico de todos os presentes no referido almoço.
    Na noite do 25 Abril a mesma pessoa com mais algumas bem conhecidas da política local e com o presidente a discursar chamaram todos os nomes feios possíveis e imaginários (Fascista, filho da puta, ordinário, cabrão e outros tais) numa atitude sem precedentes e totalmente anti democrática e que nem sequer nada tem a ver com o desempenho político do presidente eleito pela maioria dos marinhenses. Estas foram as pessoas que afastaram o Barros Duarte da presidência da camara com os contornos que todos conhecemos.
    Alguém acredita na bondade destas figuras? Alguém acredita que esta gente é merecedora dos valores do PCP que são o respeito, a igualdade e a fraternidade?

  7. Avatar

    O presidente da autarquia apesar de algumas limitações que se conhecem é honesto, trabalhador, dedicado e uma pessoa da terra que tem aguentado toda a pressão que lhe tem exercido.
    Independentemente das ideologias políticas de cada um, das ideias que todos temos o Alvaro tem tido a coragem de assumir alguns riscos inerentes ao cargo que desempenha e no final veremos se o povo aprova ou não aprova o que foi feito em 4 anos. A democracia é isso mesmo.

  8. Avatar

    O PCP a nível nacional são boa gente, honesta, defensora dos trabalhadores, dos valores de Abril e um partido fundamental para a nossa democracia.
    O Jerónimo de Sousa é o líder político que mais admiro pela sua forma responsável, ordeira e sincera com que exerce o seu cargo dentro do PCP.
    Porque será que na cidade temos um PCP tão diferente liderado por aqueles que instigam à desordem?
    Acreditam que assim vão chegar ao poder?
    No concelho o eleitorado é já bastante maduro e elemina linearmente as pessoas que praticam estes atos.
    Até podem mudar os atos mas as caras são as mesmas e as pessoas não as esquecem porque este é um meio pequeno em que todos nos conhecemos.
    Não acredito que o PCP tenha a mínima hipótese de ganhar as próximas eleições.
    O Santos ou Álvaro vão vencer as autárquicas.
    Para o ano veremos se tenho razão.

  9. Avatar

    Ao ler o que o curioso escreveu não posso deixar de me indignar contra o Professor Paulo Tojeira e a sua conversa com o Rodrigo Henriques.
    Então o Paulo Tojeira não percebe se as pessoas estavam indignadas com o discurso? O Paulo está a brincar com quêm?” as pessoas pretendiam manifestar a sua indignação” e com quê? Mas o Presidente da Camara já tomou alguma medida que seja justificativa para aquele tipo de reações? Não cortou subsídios de férias ou natal aos pensionistas e F. Públicos nem tratou mal ninguém. Os tempos são difíceis para todos mas o Alvaro não tem culpa porque não é o 1º ministro ou o ministro das finançaa nem deste nem de nenhum governo anterior.
    O presidente Alvaro independentemente de cada um julgar se tem governado bem ou mal não teve nenhum procedimento que pudesse motivar aquele tipo de comportamentos no 25 Abril.
    O Paulo Tojeira não é burro pelo que jamais esperava que pudesse fazer um comentário deste tipo que revela a sua relação com a democracia.

    Lamenta-se a sua falta de sinceridade e solidariedade para com o presidente.

  10. Avatar

    O Paulo Tojeira não se revê em apupos e assobios. Ele esteve lá a comemorar o 25 de Abril. Isto não está mais que claro no que está escrito por ele??? Só quem não perceber português poderá entender outra coisa!

  11. Avatar

    Eu tambem creio que o texto é claro e valoriza as comemorações do 25 de abril. Entender outra coisa é ter má fé!

  12. Avatar

    Fui ao fb do Tojeira e, para além do que puseram acima, vi lá isto:
    “Mais uma vez, Rodrigo, creio que terá ficado claro que não me revejo em atitudes sem dignidade, designadamente quando outros estão a falar (mesmo que eu não goste) e que estive na Praça Stephens a comemorar o “25 de Abril de 1974″ e nunca esperei assistir áquilo… Volto aqui para esclarecer o que me parece que estava claro no que escrevi antes. Só que alguém decidiu envenenar…” isto está lá, escrito pelo paulo tojeira

  13. Avatar

    Se o Tojeira não tivesse querido dizer o que todos interpretaram, que necessidade tinha de vir fazer um esclarecimento? É evidente que o fez apenas para tentar sair bem da asneira que disse.

  14. Avatar

    Anónimo 15: olhe que parece que nem todos interpretaram o mesmo!!! Leia com atenção e vai ver que os textos são todos claros!… Estamos é pouco habituados a ler… e às vezes não percebemos bem o que queremos!… Eu cá acho que percebi que ele de facto, desde o primeiro post, não gostou daquilo! Aliás, conhecendo-o eu bem, nem outra coisa era de esperar. Só cabecinhas mal intencionadas podem entender o contrário. Mas a isso já estamos habituados por aqui com alguns “anónimos”.

  15. Avatar

    Errar, é humano, diz-se. Assumir o erro, é sinónimo de verticalidade, diz-se. Tentar enganar pagode, chamando-nos analfabetos funcionais, é…digam-nos, fica ao critério de cada um.
    O que li, com fina ironia, é a pergunta se o Rodrigo se indignou com o teor do discurso, ou com os apupos. E mais disse sobre hipotéticas indignações, mas o resto é conversa. Esperava mais de quem tem obra cívica tão relevante, sobretudo com a juventude marinhense, mas, acabo como comecei, por vezes a “partidarite” sobrepõe-se à razão e tolda o discernimento a quem, sendo exemplo, deveria saber sempre onde está o inimigo.

  16. Avatar

    Alguns dizem que é “chico-espertice”. Esse senhor tem tentado, juntamente com o narciso, promover a sua candidatura mas pelo que sei o PCP não lhe dá cavaco. Uma coisa é saber gerir os miúdos dos bombos. Outra é saber gerir uma câmara e, pelo que sei, nem um negócio ele sabe gerir e dizem as má línguas que há mais que não se fala.

  17. Avatar

    “Somos um país pequeno, com problemas sérios, e não podemos aderir a frentes débeis, só com o fim de proclamar que, brincamos às democracias.”
    – António Oliveira Salazar.

  18. Avatar

    Ao que já chegou, até já se cita Salazar. Espero que o administrador deste blog se demarque destes saudosistas e que apague este post.
    A. Fortunato

  19. Avatar

    @Contacomigo Caro Contacomigo. Neste Largo cada um é livre de pensar e escrever o que achar adequado. Cada um de nós tem as suas ideias e, por muito erradas que possamos achar as dos outros, não devemos limitar a liberdade de cada um.

  20. Avatar

    Eu não tenho nada contra a expressão de opiniões, o que eu acho macabro é o não se deixar de perder a oportunidade para se citar o ditador fascista Salazar. Todos nós sabemos o que ele fez para impedir a “brincadeira” democrática. É a isso que se chama a liberdade de expressão? Aquilo que ele defendia não eram ideias mas era sim um acto criminoso.

  21. Avatar

    Bem…Eu sou totalmente a favor a liberdade de expressão,evidentemente. Mas o que foi citado acima está totalmente fora de contexto e demonstra claramente o intuito de criar confusão e discórdia entre nós.Sendo assim agradeço que o mesmo seja apagado. Não é uma forma de censura,mas o que a pessoa escreveu esta fora daquilo tudo que expliquei anteriormente.
    Curioso….já agora off topic….onde está aqui aquela secção que me disseste em que eu podia colocar o meu C.V.?
    Ass: Cardal

  22. Avatar

    Caros comentadores. O personagem que foi citado representa um dos piores periodos da nossa historia recente. Há, no entanto, outros. O que foi citado faz parte da nossa (miseravel) história que nos trouxe ate ao ponto em que estamos. Mesmo que queiramos ignorar o passado, não podemos porque, ao contrario de muitos deputados, conhecemos a historia e só isso nos permite evitar problemas futuros. Não iremos proceder à remoção do comentario ate para que, ao contrario do que os neo nazis pretendem, escondendo o holocausto, achamos que nada deve ser escondido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

  
Please enter an e-mail address