Parados no tempo

Hoje pusemos-nos à estrada. Lembrámos de ir dar uma volta pelas freguesias do concelho e também aqui ao lado, em Leiria. Chegámos ao fim com uma sensação de desespero. Por aqui, na terra, nada acontece, nada se vê, nada progride. Depois de algum tempo sem ir a alguns locais, o que encontrámos não foi nada…