Os gritos do Cavaco… fora de tempo

Categoria Governo, O pobrezinho, Soares, Sócrates by Curioso1 Comentário


Aproveitámos o fim de semana para por as leituras em dia e demos uma vista de olhos no que Cavaco disse o que antes não quis ou foi capaz de dizer e deveria ter dito. Mais uma vez se veio comprovar que Cavaco, além de falar como se tivesse a boca cheia de alguma coisa, nem quando escreve melhora o discurso! Como pessoa mais importante do Estado, era importante que tivesse um papel activo e que não se pusesse agora a gritar com quem já aqui não está. Não apenas veio fora de tempo como não ficámos a perceber se Sócrates lhe tivesse dito o que ele agora diz que não sabia teria mantido o governo. Esta forma muito pouco razoável de dar recados não vem justificar a sua actuação e não pode esperar que agora possamos compreender. Há pessoas que estão claramente desajustadas do cargo que ocupam e Cavaco não lhes fica atrás. Somos um país pequeno onde os nossos políticos estão ao nível do tamanho do que somos: pequenos. Bem pode agora gritar alto que Sócrates esta-se claramente borrifando. Vivemos bem dentro de um filme de terror em que os protagonistas não conseguem perceber que já começamos a ter disso noção. Numa altura em que já foi entregue a petição para a sua demissão, temos pena que ela não possa ter efeito prático. Com estas tiradas, Cavaco não apenas perde autoridade, a pouca que ainda tem, como faz uma triste figura.


Seguir
( 0 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

Comentários

Deixe um comentário

  
Please enter an e-mail address