Há muitos anos

Categoria O pobrezinho, PS, PSD, Santos, Soares, Sócrates by Curioso2 Comentários


Coincidência, ou não, no dia depois da greve geral assinala-se o aniversário do golpe que pôs fim à influência de esquerda no pós 25 de Abril. Foi a partir daqui que o país começou a levar o rumo que nos trouxe até aqui. Quando se fala na perda das conquistas de Abril, não podemos deixar de recordar que Abril terminou em Novembro e que qualquer esperança de uma governação de esquerda morreu neste dia, há muitos anos. Hoje que sabemos que o modelo de governação seguido pelo PS e PSD nos conduziram ao estado que todos vemos, questionamos-nos se o 25 de Novembro não terá sido a machadada nas aspirações de mudança e permitiu que as hienas que aguardavam a possibilidade de tomar o poder o conseguissem. Neste dia, há muitos anos, começou o que hoje temos. Se para alguns foi a “consolidação da democracia”, para a maioria – ainda que não o saiba – foi o fim da esperança de algo por que muitos lutaram. Sem 25 de Novembro não tínhamos  Eanes, Soares, Cavaco, Sócrates, Passos e todos os outros que podiam não ter sequer nascido… Agora que sabemos como delapidaram o país, quase apetece dizer: ó data maldita!


Seguir
( 0 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

Comentários

  1. Avatar

    O 25 de Novembro pode analisado em várias perspectivas. Não concordo com o que o Curioso escreve porque se não fosse o 25 de Novembro teríamos entrado numa ditadura do partido comunista mas tenho que aceitar que o resultado também não foi muito melhor.

  2. Avatar

    Não temos senão o resultado do que o povo, quem mais ordena, manifesta nas urnas. Que se avizinhem tempos de protesto e lutas mas acima de tudo é imperativo que este povo acorde e recorde que futuro digno não se faz de memórias mas sim da necessidade de mudança em prol dos direitos que o passado tornou possíveis.

Deixe um comentário

  
Please enter an e-mail address