O casamento

Categoria Soares, Sócrates by Curioso2 Comentários


Foi há pouco o casamento! Há decisões e medidas que são tomadas que se viram contra quem as toma. Há uns meses atrás, ainda Sócrates mandava, foi aprovada uma lei que gerou alguma polémica. O casamento entre pessoas do mesmo sexo passou a ser permitido. Mal sabia o Sócrates que estava a abrir a porta a que uns meses mais tarde isso viesse a permitir que os seus dois opositores se unissem. E assim aconteceu! Embuídos de um espírito próprio de quem quer partilhar vida em comum, foi vê-los a assinar o livro. Agora é oficial. Paços e Portas deram o nó e para o bem (deles) e mal (nosso) estão unidos para a vida, ou pelo menos até que alguém os separe. Mas será uma relação que irá ser diferente das tradicionais. Como em alguns casais que um deles tem amante, apenas para um fim, aqui seremos nós a fazer esse papel de amante porque seremos nós quem sairá … a precisar de muita vaselina!

Seguir
( 0 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

Comentários

  1. Avatar

    Haja alguém que extraia algum humor destas desgraças.
    Acima de tudo espera se que não se revele um casamento de aparências. Ou seja, que todas as medidas a serem tomadas não dependam da forma como se traduzirão na popularidade dos cônjuges.

  2. Avatar

    Visitar este local é sempre um acto de aprendizagem. Pena que o animador desta coisa não pense juntar os seus excelentes escritos e publicá-los em livro.
    Certamente daqui por 100 anos ainda sería lido, dada a categoria o nível cultural e os ensinamentos que contem.
    De facto a Marinha Grande era um deserto cultural até ao momento em que apareceu esta coisa. Quando digo esta coisa não é com sentido depreciativo. É que é mesmo uma grande coisa, daí o autor aconselhar o uso de vaselina. Valha-nos Deus, Senhor Cura!

Deixe um comentário

  
Please enter an e-mail address